Publicada em 08/02/2018, às 11:16

À espera de rival, Vasco monta logísticas diferentes para enfrentar bolivianos

Clube só saberá na madrugada de quinta para sexta se precisará viajar na segunda-feira ou não para disputar a terceira fase da Libertadores

(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

Classificado para a terceira fase da Libertadores após a vitória por 2 a 0 (6 a 0 no agregado) sobre a Universidad de Concepción, quarta-feira, em São Januário, o Vasco agora aguarda o desfecho do confronto dos bolivianos Jorge Wilstermann x Oriente Petrolero, que se enfrentam nesta quinta. A diretoria e comissão técnica prepararam logísticas totalmente diferentes para cada adversário.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Se o Oriente Petrolero inverter a vantagem fora de casa - na altitude de 2.800 metros de Sucre - após perder o jogo de ida por 2 a 1, o Vasco viaja para a Bolívia na segunda-feira, no meio do carnaval. A equipe faria um treino na terça em Santa Cruz de La Sierra e enfrentaria o Petrolero na quarta.

Caso o Wilstermann confirme seu favoritismo, o jogo da Quarta-Feira de Cinzas será no Rio de Janeiro (a equipe boliviana está melhor colocada no ranking do que o Vasco), e o time seguirá o planejamento normal de treinos em São Januário e no CT, com a previsão de uma folga para o elenco na sexta-feira.

- Temos que estar preparados para as duas situações. Estamos ganhando corpo e vamos fazer de tudo para conseguir a classificação. Com a vitória do Wilstermann no primeiro jogo, fica difícil perderem a vaga, mas é um clássico. Por isso não damos como definida. O Wilstermann tem tradição, disputa sempre, tem jogadores inteligentes, bons atacantes e três brasileiros que conhecem nosso grupo - disse o técnico Zé Ricardo.

Certo mesmo é que o treinador terá um desfalque na primeira partida, seja contra qual adversário for. Expulso por dar uma cotovelada em um adversário, Erazo terá que cumprir suspensão. Isso quebra uma sequência da defesa, mas Zé Ricardo não acredita no risco de um desequilíbrio.

Durante o jogo contra os chilenos, Paulão foi o escolhido para entrar em campo e recompor o setor. Werley é outro candidato a atuar ao lado de Ricardo, que novamente teve uma boa atuação.

- Após a saída de muitos atletas, conseguimos repor a defesa com o retorno do Paulão e a chegada do Werley, que eu tenho muita esperança e acho que vai nos dar satisfação. O Ricardo está aproveitando bem, já sabíamos que era promissor. Não fico muito preocupado - finalizou.

O elenco vascaíno se reapresenta na tarde desta quinta-feira no CT. Jorge Wilstermann e Oriente Petrolero se enfrentam às 22h30 (de Brasília), em Sucre, na Bolívia.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 13:47

Zé Ricardo recebe proposta tentadora do Al-Ahli e pode deixar o Vasco

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

O técnico Zé Ricardo pode deixar o Vasco. O comandante recebeu uma proposta tentadora do Al-Ahli, dos Emirados Árabes, e terá uma conversa definitiva com a diretoria. Os valores estão muito acima do que o Cruzmaltino pode pagar.



O contrato seria de R$ 23 milhões por três anos. No Vasco, o treinador recebe salário de cerca de R$ 170 mil, consideravelmente inferior ao que foi oferecido pelo Ah-Ahli.

A conversa é para um aumento salarial e ampliação do vínculo até dezembro de 2019. Zé Ricardo, desta forma, passaria a receber vencimentos na casa de R$ 250 mil, ainda bem abaixo do que os árabes acenam.

O Vasco mostrará ao profissional a sua importância no processo de reestruturação do futebol do clube e afirmará que a continuidade em São Januário é fundamental para o projeto idealizado pela nova direção.



Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte