Publicada em 07/02/2018, às 16:31

Três títulos e quatro anos depois, Luan revê rival de 1º gol: "Mudou para melhor"

Hoje consolidado no time, camisa 7 reencontra rival que marcou sua trajetória e tenta ajudar o Grêmio a vencer a primeira partida no Gauchão

(Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Grêmio direto no seu Messenger.

Há quatro anos, Luan vivia uma emoção que, mal sabia ele, seria pequena diante do que estaria por vir. Naquele momento, porém, foi o êxtase para o então jovem de 20 anos. Contra o mesmo Brasil de Pelotas, rival desta quarta-feira, às 21h45, na Arena, o atacante do Grêmio anotou seu primeiro gol com a camisa do clube. Desde então, são três títulos importantes no cenário brasileiro, a conquista do status de ídolo da torcida e uma vida nova.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Luan estava no time B que iniciou o Gauchão de 2014, em situação semelhante a vivida nesta temporada. A equipe principal se preparava para a disputa da Libertadores e, por conta da Copa do Mundo daquele ano, o calendário estava apertado. A solução foi acionar os garotos. No gol, por exemplo, estava Follmann, sobrevivente da tragédia da Chapecoense, como um dos destaques.

Naquele 30 de janeiro de 2014, o Grêmio se encaminhava para uma derrota no Bento Freitas quando o atacante recebeu às costas da defesa e, com uma cavadinha semelhante à da final da Libertadores, empatou o jogo (veja no vídeo). O Brasil ainda perderia um pênalti no último lance.

Desde o gol, o camisa 7 conquistou o ouro olímpico inédito no Brasil, em 2016, com a seleção brasileira, a Copa do Brasil daquele ano e a Libertadores de 2017 com a camisa gremista. E também certamente atrai muito mais as atenções dos adversários.

– Mudou muita coisa desde o primeiro gol até hoje. Mudou para melhor. Pode ter esse cuidado a mais (dos adversários), mas nossa equipe é muito forte quando temos o coletivo. Sempre falei que me destaquei com os prêmios individuais, foi por causa da minha equipe. Sem eles, não teria como. Estou bem preparado, como para qualquer jogo. Já esperando isso (marcação forte), jogar no Grêmio todos têm a responsabilidade – comentou Luan em entrevista coletiva.

A atual situação na tabela, porém, não suscita comemorações. O Grêmio é o lanterna do Gauchão, com um ponto ganho em 15 disputados. Sobre as costas de Luan está, novamente, a responsabilidade de balançar as redes para ajudar o Tricolor a vencer a primeira.

– São boas lembranças (enfrentar o Brasil), pude fazer meu primeiro gol aqui no Grêmio, mas hoje é totalmente diferente de quando estreei. A gente em uma situação que não podemos estar, o Grêmio não pode estar. Estamos bem concentrados para fazer um grande jogo, retomar o nosso ritmo o quanto antes para sair desta situação. E que possa classificar, chegar também no Gauchão. Claro, sempre respeitando o time deles. Quando joguei contra, é bem complicado. Vamos respeitar o time deles, mas temos que nos impor dentro da nossa casa – completou o camisa 7.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 09/02/2018, às 10:55

Hernane Brocador é o nome da vez como centroavante para o Grêmio

Atacante não teria a intenção de seguir no Bahia e chegaria ao clube gaúcho sem custo de transferência

(Foto: Divulgação/E.C. Bahia)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Grêmio direto no seu Messenger.

É fato que a equipe do Grêmio está ativamente no mercado procurando por um centroavante desde a saída de Lucas Barrios, hoje no Argentinos Juniors. E, dentre alguns nomes que já foram citados, agora aumentam os rumores sobre a chance de Hernane Brocador desembarcar em Porto Alegre.



Segundo o que garantem UOL e o portal GaúchaZH, o atleta teria sido oferecido pelos seus empresários ao Tricolor e, além das características serem parecidas com o que deseja Renato Portaluppi, a questão financeira pesaria a favor da conclusão do negócio.

Enquanto a aquisição, por exemplo, de André junto ao Sport poderia custar até R$ 60 milhões de acordo com os valores apresentados pelos pernambucanos, a ida de Hernane para o Rio Grande do Sul seria sem custos.

Outro nome que vinha forte como possibilidade de contratação nos mesmos moldes era a do uruguaio Gonzalo Carneiro, jovem revelado pelo Defensor que recentemente se desvinculou do clube de Montevidéu. Entretanto, as avaliações físicas encontraram uma lesão no púbis que fez o Grêmio recuar.



Tentando manter o máximo do sigilo em uma possível negociação, a diretoria gremista nega qualquer tipo de transação em andamento com o atual atacante do Bahia que marcou seus três primeiros gols em 2018 diante do Vitória da Conquista.

Conteúdo publicado originalmente no site Futebol Latino