Publicada em 07/02/2018, às 13:32

Sondagens por Vaz não avançam, e Fla aguarda oferta para negociar zagueiro

Fora dos planos para a temporada de 2018, jogador tem contrato até o fim do ano, mas agente fala em paciência para achar proposta vantajosa para os dois lados: "Não pode ser qualquer coisa"

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Flamengo direto no seu Messenger.

Depois dos empréstimos de Gabriel e Alex Muralha, da saída de Márcio Araújo e da venda de Mancuello, o nome de Rafael Vaz ficou em evidência no Flamengo. Afinal, por que o zagueiro, titular em 75 de 79 partidas oficiais que disputou pelo Rubro-Negro nas temporadas 2016 e 2017, não encontrou novo clube no início da temporada de 2018?

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





A explicação passa por alguns pontos. De antemão é importante ressaltar: não foi por falta de procura que Vaz segue treinando mesmo fora dos planos do Flamengo. Tanto Fluminense - sondagem revelada pelo jornal "Extra", com respaldo de Paulo Autuori, que indicou Vaz ao Vasco em 2013 - quanto Vitória e Paraná Clube fizeram consultas pelo jogador junto aos representantes de Vaz ou diretamente com a diretoria do Flamengo.

Mas as conversas não avançaram. Ora por que o salário foi considerado alto - na casa dos R$ 150 mil, que seria de responsabilidade do outro clube -, ora por que houve recuo nas negociações - depois de tratativas avançadas, como foi o caso do Vitória. Mas certo é que apesar do desejo mútuo pela negociação, em meados do segundo mês de 2018, a situação de Vaz segue indefinida.

O Flamengo negocia Vaz sob algumas condições - o que passa, evidentemente, por compensação financeira. O que não quer dizer que a diretoria espera vender o jogador, mas ao menos emprestá-lo com os salários sendo divididos com o futuro empregador.

O empréstimo não está descartado, mas até mesmo a rescisão de contrato é avaliada - o que não empolga a diretoria do Flamengo, pois o distrato poderia implicar em custos para o clube. Vaz tem contrato com o Rubro-Negro até o fim de 2018.

- Não recebemos uma proposta concreta pelo Rafael Vaz. Estamos esperando que seus agentes tragam a oferta para avaliarmos as condições de negociação. Enquanto isso ele segue treinando normalmente conosco - diz o diretor de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano.

Mesmo longe dos salários mais altos do elenco do Flamengo, o jogador tem vencimentos elevados para boa parte dos clubes brasileiros, com cerca de R$ 150 mil mensais.

- Procura a gente teve. Times daqui do Brasil, de fora, mas queremos ver o que for melhor para ele e para o Flamengo - disse Reinaldo Pitta, empresário de Vaz.

Questionado se a rescisão era uma possibilidade, Pitta comentou:

- Uma rescisão seria melhor para ele fazer novo contrato, de mais de um ano. Mas tem série de coisas que não posso ficar falando. Vamos ver se na próxima semana acontece alguma coisa. Que ele vai sair, ele vai sair. Mas não pode ser qualquer coisa. O objetivo é ter novo clube no Brasileiro, na Série A - informou.

Contratado depois de três anos de passagem pelo Vasco - o zagueiro fez o gol do título Carioca em 2016 meses antes de ser contratado pelo Flamengo -, Vaz formou ao lado de Réver a dupla de zaga menos vazada do Campeonato Brasileiro de 2016. No ano passado, perdeu a vaga para Juan e conviveu com críticas dos torcedores do Flamengo.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 18:28

Recurso é negado e Flamengo jogará sem torcida em dois jogos na Liberta

Partidas da fase de grupos contra River Plate, da Argentina, e Independiente Santa Fe, da Colômbia, serão disputadas com portões fechados no Rio de Janeiro

Torcedor não poderá assistir aos dois primeiros jogos do Flamengo na Liberta (Foto: Reginaldo Pimenta / Raw Image)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Flamengo direto no seu Messenger.

O departamento jurídico estava confiante em minimizar as punições, mas a Conmebol negou o recurso apresentado pela defesa do Flamengo na quinta, em julgamento realizado na sede da entidade em Luque, no Paraguai, mantendo as penas pelos episódios de violência na final da Sul-Americana de 2017, contra o Independiente-ARG, em dezembro, no Estádio do Maracanã.



Assim, as partidas contra River Plate, da Argentina, e Independiente Santa Fe, da Colômbia, serão disputadas com os portões fechados no Rio de Janeiro. Os jogos acontecerão no dia 28 de fevereiro e 18 de abril, respectivamente.

Além disso, o Clube da Gávea foi penalizado com uma multa de 300 mil dólares, cerca de R$ 970 mil.

Os torcedores do Flamengo só poderão comparecer a uma partida com mando de campo do Rubro-Negro pela Copa Libertadores diante do Emelec, do Equador, válido pela quinta rodada do Grupo 4, no dia 16 de maio.



Conteúdo publicado originalmente no site Lance!