Publicada em 07/02/2018, às 14:57

Enfim de volta, Moledo tem briga acirrada no horizonte para ser titular do Inter

Depois de oito meses de negociações para repatriar zagueiro, Inter apresentou jogador de 30 anos na terça-feira

Rodrigo Moledo foi apresentado com a camisa número 4, no Beira-Rio (Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Internacional direto no seu Messenger.

Oito meses depois de negociações com idas e vindas, o Inter enfim apresentou Rodrigo Moledo como reforço para a temporada 2018. O zagueiro de 30 anos vestiu a camisa número 4 colorada na tarde de terça-feira e pôs fim a uma novela que se arrastava desde junho do ano passado. O status de "grife" pela primeira passagem destacada no Beira-Rio (entre 2011 e 2013), no entanto, não lhe garante presença no time titular de imediato, e terá de brigar por uma vaga na posição.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





A dupla Klaus e Cuesta está firmada desde a Série B do ano passado – parceria só interrompida pela fratura no punho esquerdo do brasileiro, em setembro. São os homens de confiança de Odair Hellmann para comandar o sistema defensivo. Os reservas imediatos, Danilo Silva e Thales, ainda precisam mostrar mais. Porém, a seu favor, acumulam três gols marcados no Gauchão – dois de Danilo e um de Thales.

Os quatro, com participação dividida neste começo de Campeonato Gaúcho, permitiram que os adversários marcassem em três oportunidades após cinco rodadas. A defesa do Inter só não é melhor que a do Brasil, com apenas um gol sofrido.

– Venho acompanhando alguns jogos. Os zagueiros vêm jogando muito bem. O Inter é um time grande, tem que ter um elenco bom. Todos têm que pensar em jogar, mas sempre respeitando os companheiros, a comissão técnica. Mas quando tiver a oportunidade vou procurar o meu espaço – destacou Rodrigo Moledo ao falar como jogador do Inter.

Moledo tem motivação de sobra para furar a fila dos zagueiros. O primeiro deles é apagar o drama pessoal que viveu em 2015, quando deixou o Metalist, da Ucrânia, para se recuperar de uma grave lesão no joelho direito no Beira-Rio. O Inter confiou em sua recuperação e assinou com o jogador. Mas ele atuou apenas pelo time B e não teve o contrato renovado ao fim do ano.

Em janeiro de 2016, os gregos do Panathinaikos buscaram o defensor. A Europa fez bem a Moledo, que foi eleito o melhor zagueiro do campeonato local logo na primeira temporada. Em 2017, seguiu como titular absoluto, mas, a partir de junho, o coração começou a falar mais alto. O Colorado queria sua volta.

"Foi importante para mim (jogar no Panathinaikos). Fiquei mais de um ano sem jogar por causa da lesão no joelho, na última passagem do Inter. Foi uma grande experiência, em grande clube da Europa. Agora volto mais experiente, preparado. Estou muito feliz por voltar ao Inter". (Rodrigo Moledo)

As conversas foram retomadas em novembro, e o jogador acertou o retorno ao clube gaúcho, apesar do jogo duro do Panathinaikos. Como o próprio jogador afirmou na entrevista coletiva de apresentação, ele teve de entrar em cena para pedir a liberação antes do fim do contrato. Na terça-feira, já realizou o primeiro trabalho com bola desde o desembarque em Porto Alegre, na semana passada.

– Era minha vontade voltar. Optei por isso. Tive propostas da Turquia e da Grécia. Me sinto em casa, muito bem. Joguei três anos e meio no Inter, tive muitas vitórias. Estamos todos felizes e agora é focar em fazer um grande trabalho e buscar títulos – destacou Moledo.

Na apresentação, Rodrigo afirmou que deve estar 100% fisicamente na próxima semana. Dependerá, porém, de uma avaliação da comissão técnica para liberá-lo a reestrear pelo Colorado. Na quinta, ficará na torcida pelos companheiros no duelo diante do São José, às 20h, em jogo antecipado da 10ª rodada do Gauchão.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 20/02/2018, às 18:45

Arthur, Cueva e Vinicius Junior. Veja como foi o vaivém de terça

Diretorias se encontram para encaminhar negócio de Arthur, São Paulo recusa proposta por Cueva e presidente do Fla não teme perda de Vinicius Jr. Confira o resumo do dia

Confira os destaques do mercado da bola desta terça



Devido as boas atuações de Vinicius Junior neste início de temporada e o medo da joia se machucar, o Real Madrid, clube que comprou os direitos do jogador, está pensando em levar o atleta no meio da temporada. No entanto, Eduardo Bandeira de Mello não teme pelo fato





Diretorias de Grêmio e Barcelona se encontram na última segunda no Rio Grande do Sul e encaminham a negociação de Arthur. Barcelona irá desembolsar cerca de 40 milhões de euros (R$ 160 mi) e o Grêmio, com 60% da quantia, vai ficar com 24 milhões de euros (R$ 60 mi)



Após o empate do Corinthians por 1 a 1 com o Red Bull Brasil na noite desta segunda-feira, em Campinas, o técnico Fábio Carille pediu a contratação de um novo lateral-esquerdo. O titular Juninho Capixaba fez um gol contra e deixou o campo machucado após torcer o tornozelo direito



Drogba assina com Guingamp. Não Didier, mas seu filho Isaac Drogba assinou com os franceses - onde seu pai também jogou. Ele se juntará ao sub-19 do clube da Ligue 1





Segundo o 'Daily Mirror', o Real Madrid deve fazer uma mega oferta de 200 milhões de euros para ter Eden Hazard. Apesar do belga ter mais dois contrato e dizer publicamente que está feliz nos Blues, os merengues não desistem do jogador



Segundo o 'Telefoot', o Arsenal estaria interessado no meio campista Nabil Fekir. O jogador é destaque na equipe francesa com 16 gols em 22 partidas disputadas na temporada



Com apenas 4 partidas como titular na temporada, o Italiano Claudio Marchisio deixou seu futuro em aberto em entrevista a 'Gazzetta dello Sport': "Não vestirei nenhuma outra camisa na Itália". Ao que tudo indica o jogador deve jogar na MLS ou na China



Conforme informado pelo 'Don Balon' o Real Madrid está de olho no belga De Bruyne. Além de Hazard, De Bruyne também entrou nos radares merengues, que estão dispostos a desembolsar 177 milhões de libras pelo atleta



De acordo com o 'Diario Gol', Chelsea, Arsenal, Juventus e Bayern Munich estão monitorando a situação de Marco Asensio. De acordo com a publicação a tendência é de que o jogador saia caso Zidane permaneça no comando do Real



O Dalian FC, da China, fez uma proposta de 12 milhões de euros (R$ 48,13 milhões) e ouviu "não" do São Paulo e do Cueva. Dirigentes do Tricolor até levaram a oferta ao camisa 10, que negou prontamente, sem mostrar interesse nos detalhes



Em meio à disputa do Campeonato Paulista, o São Paulo deve, enfim, entregar um lateral-direito a Dorival Júnior. Mas apenas para o Brasileiro. Régis, destaque do São Bento na posição, tem negociações avançadas e a tendência é que se apresente ao Tricolor depois do Estadual.



O Cruzeiro renovou o contrato do uruguaio De Arrascaeta por mais dois anos, nesta terça-feira. O vínculo será até 2021, com opção de renovação de mais um ano. A negociação, que acontecia desde a última sexta-feira, foi sacramentada em uma reunião realizada com representantes do uruguaio e a diretoria Cruzeirense.



Conteúdo publicado originalmente no site Lance!