Publicada em 07/02/2018, às 20:22

Danilo mira vitória por tranquilidade na reta final e cobra: "Tem que matar o jogo"

Goleiro pede atenção aos detalhes para evitar desperdício de pontos; Inter encara o São José nesta quinta, pelo Gauchão

(Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Internacional direto no seu Messenger.

Após a derrota para o Brasil de Pelotas, no último domingo, o Inter tem a chance de se reaproximar dos líderes Caxias e Xavante nesta quinta-feira, às 20h, no Beira-Rio, em jogo antecipado da 10ª rodada do Gauchão. Mas o duelo, um confronto direto na parte de cima da tabela, tem reflexos mais duradouros nas pretensões do goleiro Danilo Fernandes.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Na entrevista coletiva desta quarta-feira, véspera da partida, o arqueiro afirmou que um triunfo diante do Zequinha serve para dar mais tranquilidade à equipe na reta final da primeira fase do Gauchão. Vale lembrar: o Colorado ocupa a 4ª colocação na tabela, com nove pontos – um a menos que o São José, atual terceiro.

–É importantíssimo (Vencer). É um adversário direto. Vencendo, a gente ultrapassa eles na tabela. A gente vai procurar jogar bem e merecer a vitória. Temos que fazer um bom trabalho para merecer a vitória. Eles têm uma equipe bem qualificada. Jogando dentro de casa vai ter que tomar iniciativa. Vamos correr riscos, porque vamos propor o jogo. Temos que ser inteligentes para, no final, sair com uma vitória. A gente precisa vencer, para conseguir a classificação o quanto antes e ter tranquilidade até certo ponto. Jogo em casa é fundamental para vencer – afirma o goleiro.

O arqueiro cobra atenção da equipe aos detalhes para evitar o desperdício de pontos na tabela do estadual, em especial pelo histórico em 2018. Até o momento, o Inter tomou os quatro gols na temporada nos minutos finais de cada tempo. Não à toa, o pedido do goleiro é de que os atacante aproveitem as chances criadas para matar as partidas.

– Isso mostra a qualidadee do trabalho. O futebol está sendo resolvido em pequenos detalhes. Se a gente parar para pensar, os quatro gols foram todos depois dos 35 minutos. É detalhe que a gente está pecando. Temos que estar mais atentos ao final de cada tempo. Temos que tomar mais cuidado. Às vezes é um jogo periogo. Se tiver oportunidade de matar o jogo, a gente tem que fazer, não podemos perder oportunidades. Não vamos criar muitas oportunidades. Tem jogo que a gente cria seis, sete chances e não traduz em gols. A gente tem que matar mais a partida – analisa o camisa 1.

O Inter encara o São José nesta quarta-feira, às 20h, no Beira-Rio, em partida antecipada da 10ª rodada do Campeonato Gaúcho. O duelo, aliás, é direto na briga pelo topo da tabela do Gauchão. O Colorado é 4º colocado, com nove pontos – um a menos que o Zequinha, terceiro, com 10.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 09/02/2018, às 11:32

Antes de folga no Carnaval, Inter se reapresenta com treino físico

Reservas fazem trabalho sob orientações do preparador Cristiano Nunes nesta sexta-feira, no CT do Parque Gigante

CLIQUE AQUI e receba notícias do Internacional direto no seu Messenger.

Após golear o São José por 4 a 0 e convencer a torcida com uma atuação sólida no Beira-Rio, o Inter se reapresentou para treinamentos nesta sexta-feira pela manhã. Sem a presença dos titulares, que realizaram atividades regenerativas, os reservas foram a campo para participar de um trabalho físico aos cuidados do preparador Cristiano Nunes no CT do Parque Gigante. O treino é o último antes dos dois dias de folga de Carnaval, no sábado e no domingo.



Em processo de retreinamento após se recuperar de uma contusão no joelho esquerdo, Uendel participou normalmente do treinamento. A tendência, assim, é de que o lateral-esquerdo fique à disposição para encarar o Juventude na próxima quinta-feira, no Beira-Rio. Ainda sem estrear pelo Inter, Wellington Silva ficou fora da atividade, assim como Nico López, que segue a recuperação de uma gastroenterite.

Sob forte sol e calor à beira do Guaíba, os colorados realizaram corridas e alguns tiros de maior intensidade no gramado, com Cristiano Nunes sempre aos gritos para repassar as orientações aos atletas. O técnico Odair Hellmann apenas observou a movimentação, do lado de fora do gramado.

Após o treino desta sexta-feira, os colorados têm o fim de semana de folga e se reapresentam para trabalhos na segunda-feira. O Inter volta a campo na próxima quinta-feira, às 19h15, quando enfrenta o Juventude, no Beira-Rio, pela 7ª rodada do Gauchão.



Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte