Publicada em 06/02/2018, às 15:40

VAR, venda de mando e gramado sintético: as posições do Fluminense

Presidente Pedro Abad representou o clube na CBF. O Tricolor foi um dos votos contra o árbitro de vídeo, mas apoiou a da venda de mando de campo e uso de gramado sintético

(Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

O presidente Pedro Abad representou o Fluminense no conselho técnico da Série A do Brasileirão, realizado na segunda-feira na sede da CBF. O Tricolor das Lanrajeiras foi um dos clubes que votou contra o uso do árbitro de vídeo, o VAR, em 2018. Após a reunião, o mandatário explicou a posição do Flu.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





- As questões de aplicar agora eram o desequilíbrio e a falta de certeza de como funciona. Sem isonomia no primeiro e no segundo turno, fica complicado. Aplicar em parte dos jogos causa desequilíbrio. Quando a gente ver como funciona, vamos ter noção de como são utilizados os equipamentos - afirmou Abad, que também disse que é preciso reduzir os custos da tecnologia.

O presidente Pedro Abad também falou sobre o apoio do Fluminense dado à liberação do gramado sintético e da venda de mandos de campos no BR-18.

- É importante. Se dá uso a outras arenas, enfim, se roda o futebol no país inteiro, que tem a dimensão de um continente - comentou o presidente.

- Houve a discussão no ano passado dado o grande desempenho do Atlético-PR em casa. Mas isso foi dissipado. Resolvemos aceitar. Palmeiras e Corinthians também usam. É algo que tende a acontecer no Brasil pela facilidade de manutenção e pelo custo - analisou o mandatário do Tricolor das Laranjeiras.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 23/02/2018, às 18:22

Fluminense e Diego Cavalieri chegam a acordo por rescisão; goleiro negocia com clube inglês

Fora dos planos do Tricolor desde o fim da última temporada, arqueiro entrou na justiça contra o clube buscando rescindir o contrato, assim como Scarpa e Henrique. Nesta sexta-feira (23), as partes chegaram a um acerto

(Foto: FOX Sports)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

O Fluminense anunciou na tarde desta sexta-feira (23 de fevereiro) que entrou em acordo com o goleiro Diego Cavalieri, que teve a rescisão de contrato com o clube publicada no Boletim Informativo Diário da CBF, o BID.



Dispensado de forma conturbada pelo Tricolor no fim de 2017, o arqueiro seguiu o caminho do zagueiro Henrique e do meia Gustavo Scarpa e pediu rescisão na Justiça Trabalhista, alegando atrasos de pagamento. Desde então, Diego e Fluminense iniciaram uma negociação para que o caso fosse resolvido de forma mais amistosa.

O jogador negocia com o Crystal Palace, da Inglaterra, e precisava da liberação do clube carioca. Os valores do acerto não foram divulgados pelo Tricolor das Laranjeiras.

Na publicação, o Fluminense aproveitou para agradecer os serviços prestados pelo goleiro: "O clube deseja sorte ao jogador que sempre honrou com profissionalismo as três cores que traduzem tradição em seu próximo passo na carreira".



Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports