Publicada em 06/02/2018, às 16:32

"Não é possível ser feito assim", diz vice do Atlético-MG sobre VAR

Em ligação telefônica ao programa "Seleção SporTV" o vice-presidente do Galo Lásaro Cândido justificou o voto contrário à implantação do árbitro de vídeo

CLIQUE AQUI e receba notícias do Atlético direto no seu Messenger.

Foi vetada na última segunda-feira (5) a implantação do árbitro de vídeo (VAR) na Campeonato Brasileiro de 2018. Em votação, 12 clubes se mostraram contrários, 7 à favor e 1 se absteve ao proposto pela CBF. Dentre os clubes contrários a proposta da confederação está o Atlético-MG, que foi representado pelo vice-presidente Lásaro Cândido, na reunião técnica que aconteceu na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Cândido falou nesta terça ao programa 'Seleção SporTV' sobre o motivo pelo qual o Atlético se mostrou contrário a implantação do VAR:

A proposta que a CBF ofereceu havia apenas uma empresa apta a atuar, apenas no returno e com um custo muito elevado. Embora o Atlético tenha condições de participar, temos que pensar no todo, o clube não joga sozinho. Não é possível ser feito assim. — explicou o dirigente — Acho que não tem ninguém que se opõe a tecnologia no futebol, mas como ela vai ser feita, as condições e o custo isso é perfeitamente um objeto de questionamento que tem que colocar — completou.

Questionado sobre a participação em um possível grupo de estudos - que seria proposto por Maurício Galliotte - para a implementação do VAR, o vice do Atlético se mostrou favorável:

Não há a menor dúvida (de que o Atlético participaria do grupo de estudos proposto por Maurício Galiotte) inclusive se os clubes deliberar a aprovação, desde que todo o processo seja bastante transparente. As vezes o torcedor é iludido com a seguinte perspectiva, ‘vamos começar amanhã o campeonato com o árbitro de vídeo e os problemas vão acabar’. Se a gente fizer isso mal feito, vai proporcionar coisas piores. — explicou o vice-presidente do Atlético-MG que completou fazendo uma crítica a outras pautas votadas nesta segunda — O Atlético participa defendendo o campeonato e não pode ter uma opinião egoísta como alguma clubes infelizmente tiveram, como a questão da venda de mando de campo. Uma ofensa clara, praticamente uma quebra do princípio fairplay, ao que já tinha sido proibido no campeonato passado e voltou agora. — completou.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 21/02/2018, às 14:55

Interino vira favorito em site de apostas para assumir o Atlético-MG

CLIQUE AQUI e receba notícias do Atlético direto no seu Messenger.

Quem será o novo técnico do Atlético-MG? A dúvida paira no ar e ganhou até os sites de aposta. Thiago Larghi, interino do clube, se tornou o favorito para assumir a vaga entre os especialistas em apostas.



Há uma semana, Cuca, Abel Braga e Fábio Carille eram os sonhos da diretoria. Hoje, porém, a situação é diferente. Thiago Larghi, auxiliar da comissão técnica fixa, é um nome que agrada, mesmo que ele não queira a função.

O site de apostas Bodog aponta o interino como o predileto para assumir o cargo deixado por Oswaldo de Oliveira às vésperas do Carnaval.

O site paga 2.50 por real apostado no técnico em caso de efetivação. Abel Braga (5.00), Enderson Moreira (7.00) e Luiz Felipe Scolari (8.00) vêm logo atrás dele.



Outros nomes são citados no site. Marcelo Oliveira e Jorginho - ambos com 10.00 -, Vanderlei Luxemburgo (11.00), Adilson Batista (13.00), Dunga (15.00), Cristóvão Borges (23.00), Ricardo Gomes (23.00), Milton Mendes (34.00), Falcão (34.00) e Celso Roth (34.00) também foram colocados na lista.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte