Publicada em 06/02/2018, às 11:09

Lanterna, Grêmio precisa de até quatro vitórias para cumprir promessa de Renato

Empate do Novo Hamburgo colocou Tricolor em último no Gauchão; GloboEsporte.com aponta cenários para classificação

Renato prometeu classificação e terá futuro complicado (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Grêmio direto no seu Messenger.

O Grêmio vai estar classificado para a próxima fase do Campeonato Gaúcho. Quem garante isso é o próprio técnico Renato Gaúcho. Mas a tarefa está cada vez mais difícil. Após o complemento da quinta rodada, o Tricolor é o lanterna da competição. E dois caminhos levam ao mesmo número mágico até o momento: os 13 pontos para buscar a classificação às quartas de final.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





O cenário mais otimista leva em conta a pontuação do atual oitavo colocado, o Juventude, embora o Avenida tenha os mesmos cinco pontos, mas esteja fora da zona de classificação pelo saldo de gols. Replicado o aproveitamento atual de 33,3%, seriam seis pontos somados pelo time da Serra nas próximas seis rodadas. Para ultrapassar o rival, que chegaria a 11, o Grêmio precisaria somar 11 pontos até o fim da primeira fase. Ou, na pior das hipóteses, igualar a pontuação, mas reduzir a diferença no saldo de gols. No momento, possui -6, contra -1 do Ju e -3 do Avenida.

O segundo cenário é mais complicado, embora com números semelhantes. Baseado no Gauchão do ano passado – o primeiro com 12 clubes –, o oitavo colocado se classificou com 13 pontos. Seguida a tendência, o Grêmio seria obrigado a buscar quatro vitórias ou três vitórias e três empates para atingir a pontuação ideal – aproveitamento de 66,6%. Uma realidade bem longe da atual, com 6% dos pontos ganhos.

O pensamento do elenco é de estar focado, agora, jogo a jogo, para conquistar os primeiros três pontos já na quarta, contra o Brasil de Pelotas, às 21h45, na Arena. Maicon reforçou a ideia de Renato:

- Não vamos ganhar os seis de uma vez. Vamos jogar jogo a jogo, temos uma decisão no meio e vamos buscar um título muito importante. Mas jogo a jogo, com paciência, saber que o momento não é bom, mas não temos que ficar desesperados - aponta o capitão.

Exemplo próximo

Em novembro do ano passado, o Grêmio conseguiu engatar quatro vitórias em um conjunto de seis partidas. No dia 5, bateu o Flamengo por 3 a 1. No dia 8, fez 1 a 0 na Ponte Preta. No dia 12, empatou em 1 a 1 com o Vitória. No dia 15, superou o São Paulo por 1 a 0. No dia 19, perdeu para o Santos por 1 a 0. Por fim, no dia 22, venceu o Lanús por 1 a 0 no primeiro jogo da final da Libertadores.

A lanterna no Gauchão chegou após o Novo Hamburgo empatar com o São Paulo, na noite de segunda-feira. Contra o rebaixamento, cenário improvável a julgar pelo status e investimento do atual tricampeão da América, são necessárias três vitórias. Em 2017, o Brasil de Pelotas escapou da queda com 10 pontos.

Em meio à corrida por pontos no Gauchão, o Tricolor irá enfrentar o Independiente em uma disputa do título. Nos dias 14 e 21, decidirá a Recopa contra os argentinos. O que coloca uma pitada de dificuldade ainda maior ao processo. Um abacaxi e tanto para Renato e os gremistas descascarem.

O que o Grêmio precisa

Cenário 1 - se o 8º mantiver o aproveitamento
11 pontos
3 vitórias e 2 empates em 6 jogos
61,1% de aproveitamento

Cenário 2 - pelo saldo, se o 8º mantiver o aproveitamento
10 pontos
3 vitórias e 1 empate
Melhorar o saldo de gols, atualmente em -6
55,5% de aproveitamento

Cenário 3 - com base no Gauchão de 2017
12 pontos
4 vitórias ou 3 vitórias e 3 empates
66,6% de aproveitamento

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 20/02/2018, às 22:43

Conheça os favoritos para vencer a Liberta segundo as casas de apostas

Boca Juniors e Grêmio aparecem na frente, com Corinthians e Palmeiras na cola

(Foto: AFP)



A Taça Libertadores da América se aproxima do início da fase de grupos. E os favoritos já estão definidos nas casas de apostas.



De acordo com o site OddsShark.com/br, o tradicional Boca Juniors, da Argentina, e o Grêmio, atual campeão, despontam como principais candidatos ao caneco. Ambos pagarão aos apostadores R$ 7,00 para cada real investido.

Para voltar a dominar o cenário continental, os hermanos confiam no craque Carlitos Tevez, de volta após passagem apagada pela China. Já o time comandado por Renato Gaúcho conseguiu manter grande parte da espinha dorsal da temporada passada. Luan foi eleito o craque do continente.

Na sequência, mais um brasileiro: o Corinthians, em busca do segundo título da Liberta em sua história. O atual campeão paulista e brasileiro aparece com lucro de R$ 7,50 por real apostado. E na quarta colocação aparece justamente o Palmeiras, maior rival corintiano. O melhor time do Estadual de São Paulo até agora vale R$ 9,50 / 1.



Para deixar a disputa Brasil x Argentina equilibrada, o River Plate, time do atacante Lucas Pratto, e o Santos, fecham o top 5 entre os favoritos, pagando R$ 11,00 por real investido.

Cruzeiro e Flamengo, outros dois times com elencos muitos reforçados para 2018, também aparecem no Top 10. O Vasco, que ainda tem um jogo a disputar na fase eliminatória, vem a seguir.

Confira na galeria a posição de todos os brasileiros e a cotação de outros grandes clubes sul-americanos.

Veja todas as cotações do futebol nacional e internacional em OddsShark.com/br

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!