Publicada em 05/02/2018, às 12:42

Thiago Galhardo exalta Evander e minimiza busca do Vasco por um 10

Jogador marcou seu primeiro gol pelo Vasco diante do Volta Redonda, neste domingo

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

O meia Thiago Galhardo foi um dos reforços do Vasco para 2018. O jogador participou das duas últimas partidas do clube e se destacou. Questionado sobre a busca da diretoria por um camisa 10 após a saída de Nenê, Thiago reforçou que Zé Ricardo está bem servido e exaltou Evander, com quem disputa posição.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





- Porque não o Evander? Porque não eu? O Vasco tem jogadores de qualidade. Esse menino é muito bom, tem uma frieza enorme. Não posso prometer que vou fazer o que o Nenê fez aqui, mas garanto que vou ajudar. Assim como se vier um camisa 10, ele vai ajudar também. Como disse, o Vasco está bem servido - disse.

Autor do primeiro gol na vitória por 3 a 1 sobre o Volta Redonda, o meia falou sobre o atual momento dele e do Vasco na temporada:

- O gol serve para trazer confiança. Acho que foi importante, foi um golaço. Mostrou que eu estava ligado. O time está bem, mostrou isso. Espero que as coisas continuem dando certo. Estou aqui pra fazer o meu melhor ano da carreira.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 23/02/2018, às 13:47

Zé Ricardo recebe proposta tentadora do Al-Ahli e pode deixar o Vasco

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

O técnico Zé Ricardo pode deixar o Vasco. O comandante recebeu uma proposta tentadora do Al-Ahli, dos Emirados Árabes, e terá uma conversa definitiva com a diretoria. Os valores estão muito acima do que o Cruzmaltino pode pagar.



O contrato seria de R$ 23 milhões por três anos. No Vasco, o treinador recebe salário de cerca de R$ 170 mil, consideravelmente inferior ao que foi oferecido pelo Ah-Ahli.

A conversa é para um aumento salarial e ampliação do vínculo até dezembro de 2019. Zé Ricardo, desta forma, passaria a receber vencimentos na casa de R$ 250 mil, ainda bem abaixo do que os árabes acenam.

O Vasco mostrará ao profissional a sua importância no processo de reestruturação do futebol do clube e afirmará que a continuidade em São Januário é fundamental para o projeto idealizado pela nova direção.



Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte