Publicada em 05/02/2018, às 11:52

Carille não cobra Andrés por reforços, e novo diretor descarta ter urgência

Treinador preferiu não fazer exigências para posições carente e manteve discurso de utilizar o elenco que possui, já Duílio Monteiro Alves revelou não ter pressa no mercado

(Foto: Gero Rodrigues/Ofotografico)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Corinthians direto no seu Messenger.

A vitória do Corinthians sobre o Novorizontino por 1 a 0 não teve um grande desempenho do time, mas o gol de Pedro Henrique foi suficiente para conquistar os três pontos e manter a tranquilidade no clube, tanto é que o assunto de maior destaque da entrevista de Fábio Carille após o jogo foi a possível chegada de reforços com a nova diretoria.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





O técnico do Timão, ao ser questionado como será a relação com Andrés Sanchez, recém-eleito presidente do clube pelo próximo triênio, e com o diretor de futebol, Duílio Monteiro Alves, preferiu apenas parabenizar o mandatário e manteve seu discurso sobre a contratação de novos jogadores, principalmente o centroavante.

- Não conversei ainda, Duilio chegou depois do almoço, não deu tempo de conversarmos ainda. Amanhã é folga para este pessoal que viajou pra cá, provavelmente na terça começamos algo. Com Andrés só (conversei por) mensagem, parabenizando por ter ganhado a eleição, mas nada de mais até agora, até porque é dia de jogo, prefiro ficar voltado para o jogo e não falar sobre outras coisas - relatou o comandante, que disse esperar a conversa com a diretoria antes de fazer pedidos:

- Primeiro tenho que ouvir. Se ele falar "neste momento, não" (vem mais reforço), eu estou muito tranquilo, vamos esperar mais um pouco. Estou muito satisfeito com este grupo de jogadores, podendo improvisar um pouco ali na frente, sem problema nenhum - completou.

Embora tenha evitado fazer alguma exigência em relação a novos jogadores e repetido que pretende esperar o contato de Andrés e Duílio, Carille não negou que a vinda de reforços é algo que agrada a qualquer treinador.

- Se puder vir é bom, todo técnico gosta de quanto mais (melhor). Mas primeiro quero saber dele até onde podemos ir - concluiu.

Ainda que as conversas não tenham começado, as partes parecem em perfeita sintonia. Após a partida, Duílio aparece para dar as suas primeiras palavras como diretor de futebol neste mandato de Andrés e disse não ter pressa para buscar reforços no mercado.

- Não existe um alvo, um atleta específico. Sobre posição, de fora, falando até como torcedor, a posição que se fala é só centroavante. Mas não é uma urgência e não vamos fazer loucura. O Corinthians é um clube muito grande, não é fácil jogar no Corinthians. Vamos ficar de olho no mercado - afirmou.

Duílio também optou por enaltecer o elenco do Corinthians, que vem de conquistas na temporada passada e, em sua visão, não necessita de tantas mudanças, tampouco de um prazo para agir nas negociações.

- É muito cedo para falar. Temos um grande time, é o atual campeão paulista e atual campeão brasileiro. Não tem urgência. Vamos trabalhar para melhorar o elenco, mas não tem urgência. Não há um prazo - finalizou.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 22/02/2018, às 22:00

Carille faz mistério com escalação para o Derby