Publicada em 03/02/2018, às 12:10

Saiba quais características de Valdívia chamam a atenção do São Paulo

Atacante de 23 anos está perto de ser confirmado como sexto reforço do Tricolor

(Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

O São Paulo está perto de confirmar Valdívia como o sexto reforço de 2018. A contratação do atleta que pertence ao Internacional e estava emprestado ao Atlético-MG é considerada iminente. O acordo deverá ser por empréstimo.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Em busca de pontas rápidos, o Tricolor viu em Valdívia um nome de consenso no balanço entre custo e perfil. A contratação é viável financeiramente, pois o Internacional não quer o retorno do jogador, e o Galo não conta com o atleta.

Três características de Valdívia chamam a atenção do São Paulo:

1 - O atacante atua pelos lados do campo e é rápido, justamente o que o Tricolor buscava;
2 - Valdívia vai bem nas jogadas de um contra um (ou mano a mano) para superar a marcação adversária. No esquema de Dorival Júnior, os pontas são fundamentais e se tornam protagonistas;
3 - Valdívia sai do lado do campo para dentro fazendo tabelas com companheiros ou finalizando para o gol.

Antes de Valdívia, o São Paulo tentou e descartou Carlos Eduardo, do Goiás, pela alta pedida financeira do clube Esmeraldino. Marinho, ex-Vitória e hoje no Changchun Yatai, da China, teve o nome aprovado internamente, mas também não avançou.

Caso seja aprovado nos exames médicos, Valdívia será o sexto reforço do São Paulo para 2018. Antes, o clube contratou Jean, Diego Souza, Anderson Martins, Nenê e Tréllez.

O clube encerra neste começo de ano o ciclo de contratações com o atleta que foi liberado pelo Galo. Ou seja, esse será o elenco à disposição de Dorival para o primeiro semestre. O São Paulo só contratará mais reforços se aparecerem novas oportunidades de mercado.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 22/02/2018, às 21:23

Usados só um tempo em Itu, Nenê e Diego Souza treinam no São Paulo

No dia seguinte à derrota para o Ituano, os dois foram os únicos titulares na linha que trabalharam no CT da Barra Funda, de olho no duelo de domingo, contra a Ferroviária

(Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

CLIQUE AQUI e receba notícias do São Paulo direto no seu Messenger.

No dia seguinte à derrota por 2 a 1 para o Ituano, Diego Souza e Nenê foram os únicos titulares do São Paulo que participaram do treino desta quinta-feira, no CT da Barra Funda. Ambos foram sacados no intervalo da partida dessa quarta-feira e, por isso, foram usado na atividade, fechada à imprensa.



Somente quem atuou por mais de 45 minutos realizou trabalho regenerativo. Por isso, tanto Diego Souza e Nenê quanto Valdívia e Tréllez, que entraram nos seus lugares em Itu, treinaram ao lado dos reservas na tarde, que teve a definição da permanência de Dorival Júnior à frente da equipe.

O clube divulgou que o técnico usou a atividade para enxergar opções de mudança para enfrentar a Ferroviária, no domingo, no Morumbi. O Tricolor tem dois desfalques certos: o volante Jucilei, que teve contratura na coxa direita, e o lateral-esquerdo Reinaldo, suspenso - a tendência é que Petros, que cumpriu suspensão, volte ao meio-campo, e Edimar reapareça na lateral.

Dorival dividiu o grupo em dois times, que se enfrentaram sob exigência de movimentação e trocas rápidas de passes. Na atividade, quem passava da linha na intermediária saía frente a frente com o goleiro e era obrigado a finalizar.



Na manhã desta sexta-feira, com a entrada liberada para a imprensa, o São Paulo volta a trabalhar, de olho no duelo de domingo. No sábado, em treinamento fechado, o time realiza a última atividade antes de tentar a recuperação no Campeonato Paulista - vem de duas derrotas seguidas e é o terceiro time que mais perdeu na competição.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!