Publicada em 02/02/2018, às 18:51

Time titular? Roger Machado faz mistério e não revela Palmeiras para o clássico

Técnico fala que boa campanha deixa seu time com mais responsabilidade para enfrentar Santos

Técnico deixou no ar a possibilidade de mudanças, embora a tendência seja repetir o time (Foto: Felipe Zito)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

Curto e direto. Assim foi o técnico Roger Machado na entrevista coletiva desta sexta-feira, ao ser questionado sobre se já tinha definido a equipe titular do Palmeiras que enfrenta o Santos, às 17 horas (de Brasília) de domingo, na arena.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





– Já tenho definido, já – afirmou o treinador, que respondeu à pergunta seguinte de maneira negativa ao ser abordado se poderia revelar o time.

Nas quatro primeiras rodadas do Campeonato Paulista, Roger Machado fez apenas mudanças por questões físicas. Desta maneira, a tendência é que a base seja mantida para o clássico, já que o treinador não tem desfalques por suspensão ou por lesões recentes.

Durante a semana, o treinador optou por trabalhar com Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo; Willian, Tchê Tchê, Lucas Lima e Dudu; Borja. A entrada de Keno no lugar do colombiano foi uma variação testada para o sistema ofensivo. O treinador, porém, indicou a permanência de Borja na equipe.

– O que tenho dito do Miguel é que, dentro de suas principais virtudes, se analisarmos suas ações, ele cresceu bastante. Talvez o momento de instabilidade no jogo faça com que ele não use sua principal virtude, que é a finalização a gol. Mas isso passa. Se não passar, tem outros jogadores com alternativa para suprir essa necessidade e ele resgaste a confiança. Mas, neste momento, acredito que o jogo vai restabelecer essa confiança, se é que em algum momento ele perca durante os jogos – contou o comandante.

Favoritismo palmeirense?
Dono da melhor campanha do Paulistão, o Palmeiras entra em campo no domingo como o único time do torneio com 100% de aproveitamento. Isso faz do Verdão um favorito no clássico, Roger?

– Tudo isso aumenta nossa responsabilidade. Talvez nos coloquem como favoritos em visão externa. Pelo fato de ter terminado 2017 na segunda colocação do Brasileiro, de ter trazido e acrescentado qualidade ao grupo pontualmente, abrimos a temporada com grupo quase 90% formado. Isso dá vantagem, não tenha dúvida. Diferente de outras equipes que perdem seus valores, com ascensão de jogadores jovens. Isso demanda mais tempo para chegar ao equilíbrio – avaliou Roger.

– Mas, do nosso ponto de vista, o favoritismo precisa ser traduzido em campo. Nós conseguimos, como time grande, impor nosso jogo nos quatro primeiros. Responsabilidade de vencer, o quinto jogo da temporada ser um clássico. A gente não foge da responsabilidade e desse pseudo favoritismo, mas isso tem que ser demonstrado dentro de campo – acrescentou.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 18:23

Roger indica escalação do Palmeiras sem surpresas no Dérbi; veja o time

Técnico orientou um trabalho de bolas paradas com Michel Bastos na lateral esquerda, Willian e Borja no ataque. Gustavo Scarpa continua como opção para o decorrer do jogo

Roger corrige posicionamento durante treino na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

O Palmeiras está definido para o Dérbi de sábado sem surpresas. Nesta sexta-feira, Roger Machado comandou o último treino antes do clássico contra o Corinthians, em Itaquera, e confirmou a escalação. Michel Bastos será o lateral-esquerdo, enquanto Borja volta à equipe na vaga de Guerra.



A escalação no confronto da nona rodada do Campeonato Paulista terá: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo; Willian, Lucas Lima, Tchê Tchê e Dudu; Borja. Sem o goleiro, Roger selecionou os atletas de linha para treinar bolas paradas defensivas nesta tarde. Após este trabalho, houve uma atividade técnica, com titulares e reservas misturados.

Papagaio, atacante do sub-20, fez um trabalho físico à parte no gramado, assim como Diogo Barbosa, que está em transição entre a parte física e técnica. Edu Dracena e Moisés não serão relacionados para o Dérbi, mas participaram das atividades sem limitações.

Jean, Artur e Deyverson não vieram a campo, pois seguem em tratamento após cirurgias na parte interna.



Com 20 pontos depois de oito rodadas, o Verdão lidera o grupo C e é o líder da classificação geral, que tem influencia no mando de campo no mata-mata. A equipe de Roger Machado é a única invicta no Estadual - seis vitórias e dois empates.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!