Publicada em 02/02/2018, às 14:32

Mais adaptado ao Brasil, Felipe Santana valoriza disputa por posição na defesa

Zagueiro, que fará seu segundo ano com a camisa do Atlético-MG, tem a concorrência de Gabriel, Leonardo Silva, Iago Maidana, Matheus Mancini e Bremer

Felipe Santana garante estar 100% fisicamente (Foto: Bruno Cantini/ Atlético-MG)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Atlético direto no seu Messenger.

Gabriel, Leonardo Silva, Felipe Santana, Iago Maidana, Matheus Mancini e Bremer. A disputa por dois lugares na zaga do Atlético-MG em 2018 passa por dois desses seis nomes. Nos primeiros jogos, Gabriel e Leonardo Silva formaram a dupla titular, enquanto Bremer e Mancini a reserva. Felipe Santana e Iago Maidana fizeram um trabalho à parte na pré-temporada, mas já estão prontos para brigar por uma vaga entre os titulares.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Um dos mais experientes do elenco e referência tática do grupo, Felipe Santana garante estar 100% fisicamente para poder buscar seu espaço entre os 11 titulares do técnico Oswaldo de Oliveira. Para o jogador, a temporada 2018 será bem diferente da anterior, que foi uma readaptação do defensor ao futebol brasileiro.

- Todo jogador quer jogar. Jogar em alto nível e jogar sem dor. Estamos sendo acompanhados de perto, fazendo trabalhos específicos para que consigamos ter uma sequência de jogos no campeonato. Foi um ano de redescoberta para mim. Já tinha falado que não seria um ano fácil, um ano de readaptação. Nessa readaptação aconteceram coisas que não estavam no planejamento, que são lesões, mas aconteceu e serviu de lição. Me mostrou onde e como me recuperar. Me sinto preparado. É um outro Felipe, já climatizado, já instalado. E espero que a oportunidade apareça o mais rápido possível para ajudar.

A grande concorrência no sistema defensivo do Atlético-MG é valorizada por Felipe Santana. Ciente da pressão de ser titular e das opções recentes do técnico Oswaldo de Oliveira, o zagueiro de 31 anos espera uma chance e valoriza a disputa intensa por um lugar no time titular.

- Futebol é feito de resultados. Hoje eles podem estar apostando em uma dupla que, se não der resultados, a torcida vai criticar. Pode ou deve ter mudanças. Os jogadores que aqui estão hoje estão brigando pela vaga. Existe a hierarquia, existe a sequência que tem que ser respeitada, mas futebol é feito de resultados. Se as coisas não funcionam, tudo pode acontecer e a tendência é ter mudanças. Quanto mais disputa houver, melhor para o elenco – completou o zagueiro.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 18:38

Treino indica titulares do Galo poupados antes de jogo pela Copa do Brasil

CLIQUE AQUI e receba notícias do Atlético direto no seu Messenger.

Neste domingo o Atlético-MG enfrenta o Tupi, às 17h, pela Campeonato Mineiro, em Juiz de Fora. Para o duelo válido pela oitava rodada do Estadual, o Galo deve jogar com uma equipe reserva, já que na próxima semana o clube tem compromisso pela terceira fase da Copa do Brasil, contra o Figueirense, em Florianópolis.



Pela atividade realizada nesta sexta-feira à tarde, na Cidade do Galo, o técnico interino Thiago Larghi optou por uma escalação alternativa. O time foi formado por Cleiton, Samuel Xavier, Iago Maidana, Matheus Mancini e Danilo; Arouca, Gustavo Blanco, Tomás Andrade e Cazares; Luan e Carlos.

Além do jogo de ida pela terceira fase da Copa do Brasil, a próxima semana tem outro importante compromisso para o Atlético, o clássico com o Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro.

Com 11 pontos conquistados no Estadual, o Galo tem situação bem encaminhada para se classificar às quartas de final do torneio. Por outro lado, o rival celeste tem 19 pontos, que praticamente tira a equipe alvinegra da disputa pelo primeiro lugar, que dá vantagens nas etapas seguintes da competição.




O Atlético ainda faz mais um treino antes de enfrentar o Tupi. No entanto, como é costume na Cidade do Galo, a atividade vai acontecer sem a presença da imprensa.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte