Publicada em 02/02/2018, às 12:42

Com opções contestadas, Santos estuda a contratação de laterais

Jogadores do elenco ainda não se firmaram como titulares em 2018

Victor Ferraz é o principal alvo da torcida neste começo de 2018 (Foto: Ivan Storti / Divulgação Santos FC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

A lateral tem sido um dos setores mais carentes do Santos neste início de temporada. Por conta disso, a diretoria estuda a contratação de reforços para os dois lados da posição.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Na esquerda, Romário e Caju foram as opções utilizadas pelo técnico Jair Ventura nas quatro primeiras rodadas do Campeonato Paulista. Ambos não conseguiram boas atuações. Não é à toa que a torcida, na ferramenta Você escala, do GloboEsporte.com, demonstrou que prefere que Jean Mota seja improvisado, assim como atuou no ano passado (monte aqui o seu time).

O ano começou com a chegada do lateral-esquerdo Romário, destaque do Ceará no Campeonato Brasileiro Série B, do ano passado participando do acesso do Vovô à primeira divisão nacional. Ele chegou para substituir o campeão olímpico Zeca, que conseguiu a rescisão contratual com o Peixe na Justiça.

O atleta de 25 anos não engrenou, sendo trocado por Caju, oriundo da base. Mesmo assim, o Menino da Vila não conseguiu apresentar bom futebol contra Ponte Preta e Ituano. No fim de algumas partidas, o atacante Copete chegou a ser improvisado no setor.

O lado direito também apresentou problemas. Contestado desde o ano passado, Victor Ferraz não conseguiu, até o momento, apresentar o futebol que foi visto em 2015 e 2016. A paciência da torcida parece ter se esgotado no empate contra o Ituano, no último domingo. A cada toque dele na bola, vaias vinham da arquibancada.

O substituto imediato, Daniel Guedes, provável titular contra o Palmeiras (Victor Ferraz tem uma luxação no ombro direito), neste domingo, às 17h, na arena do rival, ainda não foi testado em 2018.

Ferraz e Guedes são as únicos atletas que Jair conta à disposição no setor. Matheus Ribeiro, que era a terceira opção, foi emprestado ao Puebla, do México. Volante de origem, Fernando Medeiros foi utilizado na lateral direita no jogo-treino contra o Água Santa, na última terça-feira.

Além de laterais, a cúpula santista também busca a chegada de um volante, um meia (Lucas Zelarayán, do Tigres, ficou mais longe) e um centroavante. Até o momento, o Santos contratou Romário, Eduardo Sasha e Gabigol.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 21/02/2018, às 11:38

Santos deve anunciar nesta quarta ex-Corinthians como reforço para a Libertadores

O Santos deve anunciar Dodô como reforço na tarde desta quarta-feira. O lateral-esquerdo chega emprestado pela Sampdoria-ITA até o fim de 2018

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

O Santos deve anunciar Dodô como reforço na tarde desta quarta-feira. O lateral-esquerdo chega emprestado pela Sampdoria-ITA até o fim de 2018, por R$ 1 milhão pelo contrato e salários de pouco mais de R$ 100 mil por mês, além de bonificações.



A oficialização da contratação afastará especulações sobre a não vinda de Dodô. O GloboEsporte publicou nesta terça-feira (20 de fevereiro) que um funcionário fora do departamento de futebol disse ser contra a chegada do lateral por achá-lo “fraco” e fez o presidente José Carlos Peres recuar. Algo que é negado pela diretoria.

Outro boato era de que Dodô não teria sido aprovado nos exames. O atleta, porém, foi liberado pelo departamento médico no último fim de semana, mas precisará de tempo para se recondicionar fisicamente e tecnicamente.

O ala de 26 anos não faz uma partida oficial desde maio de 2017, em derrota por 7 a 3 para a Lazio. Ele foi titular e acabou substituído no intervalo, já com 5 a 1 no placar. Uma fratura no pulso o afastou dos gramados. Quando recuperado, se viu sem espaço no elenco do técnico Marco Giampaolo. Ele só disputou amistosos nessa temporada.



Antes de chegar no futebol italiano, onde também atuou por Roma e Internazionale, Dodô sofreu com uma grave lesão no joelho esquerdo, com ruptura total dos ligamentos em 2011, quando jogava pelo Bahia. A recuperação foi lenta e o atleta só teve sequência de partidas em 2013.

Por causa desses problemas, Dodô tem apenas 112 jogos na carreira, com três gols e sete assistências, desde que foi promovido ao elenco profissional do Corinthians, em julho de 2009. Conheça mais sobre o atleta.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports