Publicada em 02/02/2018, às 14:49

Abel Braga elogia o desempenho da defesa do Fluminense

Treinador e pede união dentro do Tricolor para sair da crise

Para Abel, o esquema com três zagueiros vem dando resultado no Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

Após um primeiro mês de ano intenso, com tantos problemas e notícias ruins, o Fluminense tenta entrar numa normalidade. Com o pagamento de atrasados aos jogadores e a classificação à próxima fase da Copa do Brasil, para enfrentar o Salgueiro (PE), Abel Braga espera por dias mais tranquilos para o grupo poder trabalhar. E sai em busca de pontos positivos. Eles ainda são poucos, mas há um em que o treinador dá atenção especial: a defesa estar sofrendo poucos gols.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Ao mudar para o esquema 3-5-2 em 2018, Abelão queria dar mais força defensiva a um time que sofreu 97 gols em 75 partidas na temporada passada (média de 1,29 por jogo). Se ainda não encontrou o equilíbrio e tem visto o ataque deixar a desejar, pelo menos o treinador vem conseguindo o objetivo de melhorar os números da defesa.

Ao se considerar as quatros partidas oficiais que o time titular disputou até agora, a defesa tricolor passou três em branco e sofreu apenas um gol, do Madureira. Os números agradam, mas também não podem servir de referência, já que em 2017, o Fluminense também teve desempenho parecido, sofrendo três gols. Pesa a qualidade dos adversários (apenas o Botafogo é de maior peso), mas a verdade é que o Fluminense tem conseguido cumprir o planejado.

"Foi mais um jogo sem sofrer gol, a formatação tática está dando resultado", celebrou Abel.

Parece pouco comemorar apenas o desempenho defensivo e a difícil classificação na Copa do Brasil em cima da Caldense, mas no momento tricolor não deixa de ser um raio de luz na escuridão. Ao longo de janeiro, o Fluminense sofreu com a perda de Gustavo Scarpa de graça, viu Henrique Dourado ir para o rival, passou por protestos da torcida nos jogos e invasão nas Laranjeiras, sofreu bloqueio de verba, seguiu com problemas financeiros para pagar salários, perdeu R$ 4 milhões pela venda de Diego Souza (e ainda tenta recuperar) e ainda precisou contornar a crise das dispensas de oito atletas, entre eles Diego Cavalieri, que atacou fortemente a diretoria. Tudo isso em apenas um mês.

"O Fluminense só tem notícia ruim. Há uma divisão, sabe, umas coisas que não dá para entender. Está na hora de parar um pouco. Está muito pesado. O clube precisa se unir, as pessoas precisam tentar. Não é ano político. Tem de tentar colaborar. O Fluminense precisa de um rumo", afirmou Abel.

Mas esses poucos dias de tranquilidade podem estar com os dias contados em caso de eliminação, amanhã, na fase de grupos da Taça Guanabara, o que trará de volta a pressão sobre diretoria e elenco tricolor.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia

Publicada em 22/02/2018, às 21:27

Sem sofrer gols há quatro jogos, Júlio César espera manter boa fase no Fla-Flu

Tricolor vive momento de ascensão na temporada

Fluminense vive bom momento na temporada (Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

O Fluminense chega embalado para o clássico contra o Flamengo neste sábado, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela segunda rodada da Taça Rio. O time tricolor goleou o Bangu por 4 a 0 na última quarta-feira, no jogo inaugural do segundo turno do Campeonato Carioca, e chegou à quinta vitória consecutiva na temporada.



Apesar de ter ficado de fora das semifinais da Taça Guanabara (primeiro turno), o Fluminense vem evoluindo no Estadual e os jogadores esperam agora confirmar a boa fase com a vitória em um clássico. O goleiro Júlio César, que não foi vazado nos últimos quatro jogos, falou sobre o bom momento da equipe.

"Os próximos jogos serão difíceis, mas vamos tentar manter essa sequência. A prioridade é, claro, vencer as partidas. Se for possível não sofrer gols, melhor ainda", disse o goleiro.

O lateral-direito Gilberto disse que o time precisa esquecer os outros resultados porque o clássico contra o time rubro-negro não há como apontar favoritos. "A gente sabe que Fla-Flu é um jogo diferente, é um clássico. Então temos que ir focados para fazer um bom jogo. Temos que ter confiança, bastante personalidade para jogar e manter o nosso esquema, que é o mais importante", afirmou.



O volante Jadson acredita que a vitória no Fla-Flu ajuda o time a ganhar confiança em busca do primeiro título na temporada. "O clássico já tem uma rivalidade e uma importância muito grande. A gente tem que focar no nosso trabalho, fazer o nosso melhor e procurar vencer. Traçamos a meta de conseguir coisas grandes esse ano e isso passa por vencer esse tipo de jogo", opinou.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia