Publicada em 01/02/2018, às 18:28

Vanderlei "ignora" reforços do Palmeiras e quer que Santos repita 2017 em clássico

"O clássico deixa tudo muito igual", diz o goleiro santista. Rivais se enfrentam neste domingo, às 17h

Vanderlei não vê favoritismo no domingo (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

Palmeiras e Santos disputarão o primeiro clássico entre as equipe nesta temporada no próximo domingo, às 17h (de Brasília), na arena alviverde, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Desde 2015, quando a rivalidade entre os dois times cresceu na final do estadual, foram 14 confrontos, com sete vitórias do Peixe, quatro do Verdão e três empates.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Aniversariante do dia, Vanderlei, que completa 34 anos nesta quinta-feira, fez questão de lembrar o único triunfo santista na casa do rival, dia 30 de setembro do ano passado. Na ocasião, o Santos venceu o Palmeiras por 1 a 0, com gol de Ricardo Oliveira. Antes disso, nas cinco exibições anteriores, eram três derrotas do Peixe e dois empates.

– Claro que espero uma vitória lá. Vai ser um presente não só para mim, mas para todo o elenco. A gente precisa desse resultado positivo, pois estamos vindo de um empate em casa. É um jogo importante, um clássico. A gente sabe que será difícil, mas temos condições de vencer lá dentro como fizemos ano passado – afirmou o goleiro, em entrevista ao site oficial do Santos.

Mesmo com o adversário reforçado, com as chegadas de Lucas Lima, Gustavo Scarpa, Diogo Barbosa, entre outros, o camisa 1 vê igualdade nos dois lados e pede foco para o Peixe sair com a vitória.

– Independentemente dos reforços deles e de jogarem em casa, o clássico deixa tudo muito igual. Nós vimos isso nos últimos anos, quando os jogos sempre foram apertados e decididos nos detalhes. A gente sabe que será assim, por isso precisamos estar bem concentrados para entrar bem e conseguir a vitória – concluiu Vanderlei.

O Santos volta a treinar na manhã desta sexta-feira, na Vila Belmiro, e segue com a preparação para enfrentar o Palmeiras, único time com 100% de aproveitamento no Paulistão.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 14:16

Santos economiza R$ 2 milhões com “choque de gestão”, diz presidente

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

O presidente José Carlos Peres afirma que o Santos economiza R$ 2 milhões por mês com o choque de gestão implantado nas primeiras semanas de gestão, iniciada oficialmente em janeiro.



“Estamos com dois milhões de reais de economia por mês. Estamos reorganizando o clube através de uma empresa (de auditoria). Ela estará capacitando todos os funcionários no Santos. A última gestão teve balanços reprovados. Houve uma mudança no clube, sejam boas ou não as formas que somos obrigados a trabalhar, poderemos propor alguma mudança no estatuto no futuro. Não vão ter coisas ruins no clube. Pretendemos ter boas notícias. Vamos caminhar o clube à dívida zero. Não vamos fugir de nossa política”, disse o presidente, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Vila Belmiro.

Peres assume as negociações do Santos após a demissão do executivo de futebol Gustavo Vieira. É ele quem comandará as tratativas por reforços.

“Eu estou dando sequência. Ele (Gustavo) me passou o que estava fazendo e estamos trabalhando nesse sentido. Não terceirizamos. O novo diretor deve chegar, mas não temos pressa. Falei com Jair e William (Machado), a conversa foi produtiva, e passei sobre a tranquilidade do clube. Não houve barulho, isso é maturidade. Seguimos dessa forma, sem pressa. Estarei próximo do futebol nesse período, trabalhando com eles e vamos atrás de reforços”, explicou Peres.



O gerente William Machado fica à frente do departamento de futebol por enquanto. O Santos tem interesse no retorno de Sergio Dimas, hoje diretor do Red Bull Brasil.

Conteúdo publicado originalmente no site Gazeta Esportiva