Publicada em 01/02/2018, às 21:31

Dourado revela que acerto com o Flamengo foi uma decisão em conjunto com a família

Ceifador assinou por quatro temporadas com o clube carioca

(Foto: Reprodução Internet)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Flamengo direto no seu Messenger.

Apresentado como reforço do Flamengo, Henrique Dourado trocou o Fluminense pelo maior rival. Aos 28 anos, o Ceifador chega com a responsabilidade de ser o homem-gol do Rubro-negro no primeiro semestre. Artilheiro do Brasil no ano passado, o atacante afirmou que a escolha pelo clube da Gávea foi feita por ele pela sua família.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





“A minha escolha foi pelo Flamengo. Estamos falando de Flamengo. Foi uma decisão em conjunto com a minha família. Estou muito feliz. Agradeço ao presidente, ao Rodrigo e a todos os envolvidos que fizeram que essa negociação se concretizasse. Estou muito feliz. Quero trazer muitas alegrias à Nação”, afirmou.

Antes de Dourado ser apresentado ao lado do presidente Eduardo Bandeira de Mello e do diretor executivo, Rodrigo Caetano, o mandatário afirmou que o Flamengo já havia buscado a contratação do Ceifador em outro momento. Finalmente concretizado o acerto, o jogador se disse em um momento melhor da sua carreira.

“Na nossa vida profissional e pessoal, as coisas acontecem no momento certo. Se hoje estou aqui, venho um jogador muito mais maduro, com mais experiência e chego para agregar. Quero desempenhar o meu papel, assim como fiz nos outros clubes”, disse.

Dourado não quis abordar o Fluminense em sua coletiva. O atleta revelou ainda no começo de janeiro a sua vontade de deixar o Tricolor por conta de salários atrasados. Sobre o acerto com o Flamengo, o Ceifador afirmou que sofreu muito assédio desde que foi anunciado pelo clube.

“Logo que o Flamengo fez o anúncio, meu celular não parou. Acabou até a bateria. Quero agradecer à torcida, que me recebeu de uma forma especial. Quero retribuir todo esse carinho dentro de campo”, finalizou.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia

Publicada em 22/02/2018, às 21:31

Presidente do Corinthians acusa Guerrero de repetir 'saída pelos fundos' no Flamengo

Segundo Andrés Sánchez, atacante peruano está tentando 'vender seu passe'

Guerrero teve contrato com o Flamengo suspenso (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)



Mesmo sem jogar no Flamengo, o atacante Paolo Guerrero pode estar tentando forçar sua saída do clube, segundo a opinião do presidente do Corinthians, Andrés Sánchez, que deu a entender que o peruano já fez o mesmo no time paulista.



O dirigente afirma que o Corinthians não tem interesse em recontratar o atacante, que viveu boa passagem pela capital paulista e é considerado ídolo da torcida, principalmente por conta do gol do título mundial, contra o Chelsea.

"Ele (Guerrero) quer revender o passe dele, o contrato acaba em agosto (Flamengo), está fazendo com o Flamengo o que fez com a gente. Ele que vá no Peru e revende lá", disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Por conta de sua suspensão por doping, Guerrero está fora dos gramados até o mês de maio deste ano. A Agência Mundial Antidoping (Wada) ainda tenta recorrer e prolongar a punição para um ano.



Conteúdo publicado originalmente no site O Dia