Publicada em 31/01/2018, às 11:38

Crise fora dos campos e prazo para quitação do elenco: Flu vive dia crucial

Nesta quarta termina prazo que diretoria prometeu para pagar jogadores. Clube enfrenta bloqueio de dinheiro da venda de Wendel. Fora dos campos, vive crise política, dentro, encara Caldense

Fluminense viveu noite de protestos nas Laranjeiras (Foto: Reprodução / Redes sociais)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

Quarta-feira, dia 31 de janeiro de 2018, é um dia crucial para o Fluminense. Não tanto pelo confronto contra a Caldense, pela primeira fase da Copa do Brasil. Mas por ser o prazo que a diretoria tricolor estabeleceu para quitar os pagamentos atrasados com o elenco.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Em meio a esse cenário, o clube vive ebulição política. Além disso, a atual gestão encara forte resistência da torcida. Fatos evidenciados na noite da última terça-feira, quando um grupo de torcedores invadiu a eleição do conselho deliberativo na sede das Laranjeiras para protestar.

O clube deve 13º e férias de 2016 e 2017, além de cinco meses de direitos de imagens. O clima entre os jogadores é de insatisfação com os atrasos. Tal cenário já havia se acentuado no início do ano ao saberem que o Flu tinha quitado parte das dívidas com Scarpa com receio de ação judicial que acabou se concretizando.

Na última sexta-feira, o diretor de futebol, Paulo Autuori, reuniu o grupo antes do treino e reforçou a promessa da diretoria de quitar os débitos até o fim do mês. Tal situação incomoda o próprio dirigente que, durante a viagem da delegação aos EUA, avisou à cúpula que poderia deixar o cargo caso a promessa não fosse cumprida.

O clube vinha confiante na quitação das dívidas no prazo determinado, graças ao dinheiro da venda do volante Wendel ao Sporting-POR. Um problema de última hora, no entanto, complicou os planos. A Justiça determinou o bloqueio de 30% do valor referente à negociação. O Flu entrou com recurso para tentar a liberação, mas teve o pedido negado.

O dinheiro da venda ainda não caiu na conta do clube. O Tricolor avalia se pode pegar parte, descontando o que está bloqueado. Há, porém, o temor de que isso possa ser considerado descumprimento da decisão judicial. Paralelamente, o Flu busca outros recursos, como a iminente venda de Henrique Dourado para o Flamengo, que pode ser concretizada nos próximos dias.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 20/02/2018, às 20:48

Bangu x Fluminense; prováveis times, desfalques, onde ver e palpites

Clubes se enfrentam pela rodada de estreia da Taça Rio nesta quarta, às 16h30, em Bangu

(Foto: Lucas Merçon/Fluminense F.C.)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

Na estreia da Taça Rio, Fluminense e Bangu se enfrentam no Estádio Moça Bonita nesta quarta-feira, às 16h30. Os clubes, que sonham em disputar as semifinais do Campeonato Carioca, irão com força máxima para o confronto.



O horário, no entanto, desagradou os tricolores. Em recentes entrevistas, o técnico Abel Braga e o zagueiro e capitão lamentaram a decisão da FERJ.

Confira mais informações da partida:

Estádio: Moça Bonita, em Bangu (RJ)
Data: 21/2/2018, às 16h30
Árbitro: Daniel de Sousa Macedo (RJ)
Assistentes: Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ) e Millena Cristina Barros Santos (RJ)
Onde ver: Premiere e tempo real do LANCE!



FLUMINENSE (Técnico: Abel Braga)

Lesionados: Ayrton, Douglas e Marquinhos Calazans.
Suspensos: Ninguém.
Pendurados: Ninguém.

BANGU

Célio Gabriel; Valdir, Anderson Penna, Oliveira e Guilherme; Magno, Marcos Júnior, Almir e Rodney; Nilson e Everton Sena - T: Alfredo Sampaio

Pendurados: Ninguém.
Suspensos: Ninguém.

PALPITES: Na redação do LANCE!, 70% dos votos foram na vitória do Fluminense. O empate e o triunfo do Bangu receberam 15% cada.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!