Publicada em 31/01/2018, às 15:28

BASTIDORES FC: Às vésperas de reencontro, Santos ainda deve a Lucas Lima

Clube também procura um substituto para o meia, que hoje é titular do Palmeiras

Lucas Lima deve enfrentar o Santos no clássico do próximo domingo (Foto: César Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)



Apesar de terem enfrentado um processo longo e barulhento de separação, Santos e Lucas Lima ainda não resolveram todas as arestas um mês depois de o meia deixar a Vila Belmiro para o Palmeiras. O clube ainda deve ao jogador, que será adversário pela primeira vez no domingo, em São Paulo, em clássico pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





O contrato de Lucas Lima com o Santos terminou em dezembro, mas o meia não recebeu o último salário nem as férias. Ele também aguarda o termo de rescisão do contrato de trabalho, o que permitiria o saque do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Há conversas para resolver a situação. Nos próximos dias deve ser assinado o termo de rescisão trabalhista (nada a ver com a liberação esportiva, já que ele está devidamente inscrito pelo Palmeiras na FPF e na CBF), com a ressalva de que alguns direitos trabalhistas não foram pagos. Procurado, o Santos informou que não comentaria o assunto.

A possibilidade de o meia deixar a Vila Belmiro ficou clara no meio do ano passado, quando faltavam seis meses para o fim do contrato com o Santos. Primeiro, especulações de que Lucas Lima poderia se mudar para ao Barcelona – sempre negadas. Depois, a aproximação com o Palmeiras, transferência concretizada no fim de 2017.

Nesse meio tempo, o Santos entregou a Lucas Lima uma proposta de renovação, respondida – e rejeitada – meses depois, quando o casamento com o rival já estava marcado. Por isso, afastou o jogador, que não participou dos últimos jogos do time no Brasileiro.

Quando a atual diretoria do Santos assumiu em janeiro, com José Carlos Peres na presidência, o destino de Lucas Lima já estava decidido. Com o caixa vazio, o novo dirigente priorizou o pagamento aos que permaneceram na Vila – foi preciso recorrer a um empréstimo para acertar o 13º dos funcionários.

Se fora de campo ainda existem pendências, dentro dele o Santos também não conseguiu superar a saída do meia. O clube ainda busca um jogador para substituí-lo, mas tem encontrado dificuldades.

O principal alvo é o argentino Lucas Zelarayán, que está no Tigres, do México. Há um acerto com o atleta, mas a equipe mexicana não foi seduzida, ainda, pela proposta alvinegra – um empréstimo até o final de 2018. Por enquanto, o técnico Jair Ventura tem utilizado Vecchio na posição que era de Lucas Lima.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em , às