Publicada em 30/01/2018, às 13:50

Gabigol marca em primeiro teste, e Santos vence jogo-treino

Atacante atuou por 20 minutos pelo lado direito do ataque e fez um dos dois gols do Peixe na vitória sobre o Água Santa, no CT Rei Pelé. Camisa 10 pode atuar em clássico

Gabigol jogou por poucos minutos, mas fez gol (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

Se o jogo-treino contra o Água Santa foi um teste, Gabigol foi aprovado. Em apenas 20 minutos, o camisa 10 fez um dos gols da vitória do Peixe no CT Rei Pelé. O jovem meia Lucas Lourenço anotou o primeiro.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Enquanto os titulares fizeram trabalhos físicos, o Alvinegro começou a atividade com Vladimir; Daniel Guedes, Matheus Guedes, Gustavo Henrique e Romário; Victor Yan, Pituca e Léo Cittadini; Vitor Bueno, Rodrygo e Yuri Alberto.

O gol veio apenas na segunda etapa, mas a grande novidade do primeiro tempo foi a atuação de Vitor Bueno pelo lado direito do ataque. O meia, que se recuperava de cirurgia no joelho, está próximo de retornar aos gramados.

No segundo tempo, Jair Ventura mandou a campo João Paulo; Fernando Medeiros, Yan, Gustavo Henrique e Emerson; Leandro Donizete, Longuine e Lucas Lourenço; Gabigol, Diego Cardoso e Stéfano Yuri.

Mesmo com a breve atuação, aumenta as chances do camisa 10 estrear contra o Palmeiras, no domingo, às 17h, no Allianz Parque. A tendência é que o atacante entre apenas no segundo tempo. Ele deverá ser regularizado até o fim da semana.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 23/02/2018, às 14:16

Santos economiza R$ 2 milhões com “choque de gestão”, diz presidente

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

O presidente José Carlos Peres afirma que o Santos economiza R$ 2 milhões por mês com o choque de gestão implantado nas primeiras semanas de gestão, iniciada oficialmente em janeiro.



“Estamos com dois milhões de reais de economia por mês. Estamos reorganizando o clube através de uma empresa (de auditoria). Ela estará capacitando todos os funcionários no Santos. A última gestão teve balanços reprovados. Houve uma mudança no clube, sejam boas ou não as formas que somos obrigados a trabalhar, poderemos propor alguma mudança no estatuto no futuro. Não vão ter coisas ruins no clube. Pretendemos ter boas notícias. Vamos caminhar o clube à dívida zero. Não vamos fugir de nossa política”, disse o presidente, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Vila Belmiro.

Peres assume as negociações do Santos após a demissão do executivo de futebol Gustavo Vieira. É ele quem comandará as tratativas por reforços.

“Eu estou dando sequência. Ele (Gustavo) me passou o que estava fazendo e estamos trabalhando nesse sentido. Não terceirizamos. O novo diretor deve chegar, mas não temos pressa. Falei com Jair e William (Machado), a conversa foi produtiva, e passei sobre a tranquilidade do clube. Não houve barulho, isso é maturidade. Seguimos dessa forma, sem pressa. Estarei próximo do futebol nesse período, trabalhando com eles e vamos atrás de reforços”, explicou Peres.



O gerente William Machado fica à frente do departamento de futebol por enquanto. O Santos tem interesse no retorno de Sergio Dimas, hoje diretor do Red Bull Brasil.

Conteúdo publicado originalmente no site Gazeta Esportiva