Publicada em 29/01/2018, às 12:47

Sem Ramon, Henrique assume responsabilidade no Vasco

Com o titular da lateral esquerda machucado, jovem jogador, cria das categorias de base do Cruz-Maltino, será peça importante na estreia na Conmebol Libertadores, quarta, no Chile

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

A titularidade da lateral esquerda do Vasco é de Ramon. Machucado, estará ausente da estreia da equipe na Conmebol Libertadores, quarta-feira, diante do Universidad Concepción, no Chile. A responsabilidade na posição foi assumida por Henrique, cria das categorias de base em São Januário e que sabe os caminhos da tradição cruz-maltina para ter êxito em seus objetivos.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





- Eu vinha trabalhando por essa oportunidade e consegui no final do ano passado. Sei o quanto o Ramon é importante para a equipe, assim como sempre soube que preciso estar preparado para substituí-lo a altura. Me preparei e me dediquei para atuar bem e ajudar o Vasco, que é o mais importante - garantiu Henrique.

Aos poucos, Henrique vem se firmando e conquistando cada vez mais o seu espaço no time titular do Vasco. O fato de ser a primeira disputa de Conmebol Libertadores na carreira fez com que o lateral-esquerdo se concentrasse de maneira antecipada no trabalho de preparação. O desafio não será fácil, lembrou o defensor do Cruz-Maltino.

- O nosso time está pronto para a Libertadores. A gente vem se preparando desde o segundo dia do ano. É uma oportunidade, um feito para o Vasco e vamos com tudo para essa competição. O Vasco merece estar em um lugar como esse e vamos nos dedicar para conseguir avançar em busca dos nossos objetivos - finalizou o jogador.

Os jogadores do Vasco viajaram para o Chile na noite do último domingo. Nesta segunda-feira, o elenco comandado pelo técnico Zé Ricardo faz um treinamento na capital Santiago. Na manhã desta terça-feira, os atletas vascaínos viajam de Santiago para a cidade de Concepción, local da partida de quarta-feira. Na noite desta terça, terá a última atividade em solo chileno antes da estreia. O jogo de volta será na quarta da semana que vem no Rio de Janeiro.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 22/02/2018, às 20:46

Empresário de Martín Silva revela que pensou em tirar o goleiro do Vasco

Após ver o goleiro defender três penalidades e garantir a classificação do Vasco para a fase de grupos da Conmebol Libertadores, Regis Marques desabafou em sua conta no Twitter

(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

No dia 26 de julho de 2015, Martín Silva viveu um de seus piores dias com a camisa do Vasco. Era a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano, o Cruzmaltino recebia em casa o Palmeiras e no fim do primeiro tempo já sofria uma goleada por 3 a 0.



Voltando ao time após dois meses fora por contusão, o uruguaio não foi poupado pela torcida, que o vaiou pelas falhas nos gols do adversário. Para piorar, Martín foi substituído no intervalo e após o jogo, o então treinador, Celso Roth, creditou a “erros individuais” a derrota por 4 a 1, além de barrar o arqueiro na sequência do campeonato.

Nesta quarta-feira (21 de fevereiro), após ver o goleiro defender três penalidades e garantir a classificação do Vasco para a fase de grupos da Conmebol Libertadores, Regis Marques, empresário de Martín Silva desabafou em sua conta no Twitter.

“Em pensar que as vaias contra o Palmeiras, da torcida, foi a coisa mais covarde que vi, quase me fez tirar ele do Vasco”, contou o agente, para em seguida fazer uma advertência à torcida. “Só espero que apoiem quando falhar também, pois nas boas estão vários com ele. Quero ver nas más”, finalizou.






Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports