Publicada em 29/01/2018, às 18:04

Palmeiras fecha 2017 com receita superior a meio bilhão

Clube teve superávit de R$ 57 milhões no ano passado. Em 2016, ano da venda de Gabriel Jesus, o valor ficou acima dos R$ 89 milhões

Maurício Galiotte pretende acabar com as dívidas do Palmeiras até o fim de 2018 (Foto: Divulgação/Palmeiras)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

O Palmeiras fechou as contas de 2017 com receita recorde em sua história: R$ 531.112.060,65. O superávit, que é a diferença entre receitas e despesas, ficou em R$ 57.023.290,30.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





O dinheiro da venda de Mina ao Barcelona (10 milhões de euros) ainda não entra nessa conta, já que a negociação foi finalizada em 2018.

Em 2016, outro ano de recordes nos resultados financeiros do clube, as receitas ficaram abaixo dos R$ 500 milhões, mas o superávit foi maior: cerca de R$ 89 milhões, turbinado principalmente pela venda de Gabriel Jesus ao Manchester City (ING).

O débito com Paulo Nobre, que já foi de R$ 146 milhões, agora está em aproximadamente R$ 22 milhões. A ideia é quitar este valor já no primeiro semestre.

Esse montante não inclui a quantia investida diretamente na contratação de jogadores, casos de Mina e Róger Guedes. Por estes dois, o ex-presidente tem cerca de R$ 17 milhões a receber (incluindo juros). Boa parte desta dívida será paga quando o dinheiro da venda de Mina cair nos cofres do Verdão.

Tobio, Allione e Mouche, jogadores que estão emprestados, também foram bancados por Nobre. No caso dos três, uma empresa ligada ao ex-mandatário é dona dos direitos econômicos dos atletas e ele receberá o dinheiro de volta quando (e se) os atletas forem vendidos.

As dívidas de impostos estão todas negociadas em programas como Timemania e Refis. Justamente por isso, o Palmeiras é o único entre os grandes clubes brasileiros que não aderiu ao Profut, programa do Governo Federal criado para que os clubes parcelem e quitem suas dívidas com a União.

A alteração recente nos contratos com a Crefisa faz com a empresa tenha aproximadamente R$ 130 milhões a receber do clube, além da correção. Esse valor diz respeito aos atletas que a patrocinadora comprou para o clube e será devolvido à medida em que eles forem vendidos.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 09/02/2018, às 10:15

Dudu vê Palmeiras mais forte e destaca trabalho de Roger Machado

Capitão do Verdão comenta bom início da equipe no Paulistão: "Estamos nos adaptando rápido"

Dudu e Roger Machado na Academia de Futebol (Foto: César Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

A palavra de capitão tem peso. Para o atacante Dudu, líder do Palmeiras e ídolo da torcida, o início 100% da equipe no Campeonato Paulista é resultado de um bom planejamento da diretoria e da rápida adaptação do grupo ao trabalho da nova comissão técnica.



Além de contratações pontuais, o Verdão abriu 2018 com Roger Machado no comando. Mesmo com pouco tempo, o trabalho do treinador é elogiado na Academia de Futebol.

– Estamos fazendo um trabalho bom, pré-temporada boa. A comissão técnica é nova, e o time está fazendo aquilo que é pedido. Estamos nos adaptando rápido. O Paulistão é o estadual mais difícil do Brasil, e ainda estamos 100%. Sabemos que uma hora podemos perder, mas temos de prolongar isso o mais distante possível – disse o atacante, que vê o elenco atual mais forte em relação ao ano passado:

– Fizemos algumas contratações pontuais, que estávamos precisando, chegaram novos jogadores. O time está sendo montado e treinado por um excelente treinador. Esperamos desenvolver ainda mais o que ele nos passa.
Depois de cinco rodadas, o Palmeiras é o único time do Paulistão com 100% de aproveitamento. Os 15 pontos deixam a equipe alviverde na liderança do Grupo C, sete pontos de vantagem para o vice-líder São Bento - Novorizontino, com sete pontos, e Ferroviária, com cinco pontos, completam a chave.



A sequência positiva, que será testada mais uma vez no próximo sábado, contra o Mirassol, no interior, é destacada por Dudu.

– Pega confiança. Estamos fazendo um bom começo de ano, isso nos deixa muito esperançosos para dar seguimento durante toda a temporada – acrescentou.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte