Publicada em 29/01/2018, às 12:20

Mesmo perto de Zelarayán, Santos segue em busca de reforços no mercado

Vice-presidente do Peixe, Orlando Rollo promete novidades "em breve" à torcida

Diretoria do Santos ainda buscar reforçar o plantel comandado por Jair Ventura (Foto: Ivan Storti / Divulgação Santos FC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

O Santos já acertou as chegadas de Romário, Eduardo Sasha e Gabigol para 2018, e tem acordo apalavrado para contratar o meia argentino Lucas Zelarayán, do Tigres, do México. Ainda assim, a diretoria do Peixe segue em busca de novos nomes no mercado.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Com a iminente chegada de Zelarayán, que pode ser oficializada nesta semana, a principal carência do Santos passa a ser o ataque. Até o empate em 1 a 1 contra o Ituano, no último domingo, Rodrigão era o titular do técnico Jair Ventura.

O presidente José Carlos Peres admitiu recentemente o desejo de trazer mais dois centroavantes, além de um volante mais marcador, com características parecidas com as de Alison. A ideia é compartilhada pelo vice-presidente Orlando Rollo, que prometeu novidades em breve.

– A gente está trabalhando silenciosamente. Analisamos algumas peças no mercado. Creio que não pararemos neste jogador (Lucas Zelarayán). Teremos novidades em breve – disse Rollo.

O Santos mantém os nomes em pauta em sigilo. O executivo de futebol Gustavo Vieira de Oliveira é quem comanda as negociações do Peixe, com auxilio da diretoria e do técnico Jair Ventura.

Gabigol, o terceiro reforço confirmado pelo Santos, será apresentado nesta segunda-feira, às 12h (de Brasília), na sala de imprensa da Vila Belmiro – o GloboEsporte.com transmite a entrevista do camisa 10 ao vivo, em vídeo.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 14:16

Santos economiza R$ 2 milhões com “choque de gestão”, diz presidente

(Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Santos direto no seu Messenger.

O presidente José Carlos Peres afirma que o Santos economiza R$ 2 milhões por mês com o choque de gestão implantado nas primeiras semanas de gestão, iniciada oficialmente em janeiro.



“Estamos com dois milhões de reais de economia por mês. Estamos reorganizando o clube através de uma empresa (de auditoria). Ela estará capacitando todos os funcionários no Santos. A última gestão teve balanços reprovados. Houve uma mudança no clube, sejam boas ou não as formas que somos obrigados a trabalhar, poderemos propor alguma mudança no estatuto no futuro. Não vão ter coisas ruins no clube. Pretendemos ter boas notícias. Vamos caminhar o clube à dívida zero. Não vamos fugir de nossa política”, disse o presidente, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na Vila Belmiro.

Peres assume as negociações do Santos após a demissão do executivo de futebol Gustavo Vieira. É ele quem comandará as tratativas por reforços.

“Eu estou dando sequência. Ele (Gustavo) me passou o que estava fazendo e estamos trabalhando nesse sentido. Não terceirizamos. O novo diretor deve chegar, mas não temos pressa. Falei com Jair e William (Machado), a conversa foi produtiva, e passei sobre a tranquilidade do clube. Não houve barulho, isso é maturidade. Seguimos dessa forma, sem pressa. Estarei próximo do futebol nesse período, trabalhando com eles e vamos atrás de reforços”, explicou Peres.



O gerente William Machado fica à frente do departamento de futebol por enquanto. O Santos tem interesse no retorno de Sergio Dimas, hoje diretor do Red Bull Brasil.

Conteúdo publicado originalmente no site Gazeta Esportiva