Publicada em 29/01/2018, às 12:23

Fator Tchê Tchê: titular nos quatro jogos, meio-campista é defendido no Palmeiras

Roger Machado explica e destaca função do atleta: "Ele vem fazendo tudo o que a gente pede, tudo o que é solicitado para a função dele"

Tchê Tchê em campo contra o Bragantino, no domingo (Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

Se por um lado Roger Machado ainda tem variado algumas peças no sistema ofensivo, o treinador já parece ter bem definido o seu esquema de marcação do Palmeiras para este início de 2018. E, com um estilo de jogo bastante ofensivo, Tchê Tchê começa a temporada como uma das bases de sustentação do esquema tático alviverde.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Após a vitória contra o Bragantino, no último domingo, o comandante do Verdão foi questionado sobre algumas críticas que Tchê Tchê vem enfrentando de parte da torcida nos primeiros jogos de 2018. Além de discordar, Roger elogiou e explicou a função do meio-campista palmeirense.

– Até esse momento, o Tchê Tchê vem fazendo tudo o que a gente pede, tudo o que é solicitado para a função dele. Temos um jogador centralizado entre as linhas, que é o Felipe, e dois jogadores em frente das linhas, que é o Lucas e o Tchê Tchê. O Lucas é mais articulador e o Tchê Tchê tem boa visão de jogo e consegue se deslocar bem entre linhas. É um jogador que tão logo pega a bola vira para o ataque para buscar opção de passe. Tem sido importante até esse momento. Individualmente tem aparecido dentro do contexto coletivo – disse o treinador.

– Cada jogador tem importância na sua fase. Tenho um time muito ofensivo, para que tenha equilíbrio alguns jogadores se sobrecarregam e são um pouco mais sacrificados em ações defensivas. Para gerar esse equilíbrio e dar liberdade ao jogador de ataque. Confesso que leio pouco e não compactuo das críticas sobre o que ele vem atuando – completou.

Em 2018, Tchê Tchê participou das quatro partidas do Verdão. Sua presença na equipe titular tem sido algo comum: em 2016, ele participou de 37 das 38 rodadas do Brasileirão, enquanto que no ano passado ele entrou em campo 55 vezes - foi o segundo que mais atuou, atrás somente de Fernando Prass.

Nesta temporada, porém, ele pode ganhar uma concorrência importante. Com a possibilidade de ser aproveitado mais recuado no sistema de meio de campo, Moisés voltou a ser opção para o Palmeiras no domingo. Depois de um período maior de preparação, ele estreou na temporada contra o Bragantino, quando entrou na segunda etapa justamente na vaga de Tchê Tchê.

O elenco do Verdão folga nesta segunda-feira e volta aos trabalhos na Academia de Futebol na terça. O próximo compromisso da equipe de Roger Machado será no domingo, contra o Santos, na arena, pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 18:23

Roger indica escalação do Palmeiras sem surpresas no Dérbi; veja o time

Técnico orientou um trabalho de bolas paradas com Michel Bastos na lateral esquerda, Willian e Borja no ataque. Gustavo Scarpa continua como opção para o decorrer do jogo

Roger corrige posicionamento durante treino na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Palmeiras direto no seu Messenger.

O Palmeiras está definido para o Dérbi de sábado sem surpresas. Nesta sexta-feira, Roger Machado comandou o último treino antes do clássico contra o Corinthians, em Itaquera, e confirmou a escalação. Michel Bastos será o lateral-esquerdo, enquanto Borja volta à equipe na vaga de Guerra.



A escalação no confronto da nona rodada do Campeonato Paulista terá: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo; Willian, Lucas Lima, Tchê Tchê e Dudu; Borja. Sem o goleiro, Roger selecionou os atletas de linha para treinar bolas paradas defensivas nesta tarde. Após este trabalho, houve uma atividade técnica, com titulares e reservas misturados.

Papagaio, atacante do sub-20, fez um trabalho físico à parte no gramado, assim como Diogo Barbosa, que está em transição entre a parte física e técnica. Edu Dracena e Moisés não serão relacionados para o Dérbi, mas participaram das atividades sem limitações.

Jean, Artur e Deyverson não vieram a campo, pois seguem em tratamento após cirurgias na parte interna.



Com 20 pontos depois de oito rodadas, o Verdão lidera o grupo C e é o líder da classificação geral, que tem influencia no mando de campo no mata-mata. A equipe de Roger Machado é a única invicta no Estadual - seis vitórias e dois empates.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!