Publicada em 29/01/2018, às 12:11

Cícero de "9", volta do capitão e Jael: confira mais da 1ª amostra do Grêmio de 2018

Três dos seis gols marcados no Sindicato dos Atletas saíram pelo lado direito, que tem Léo Moura no meio

CLIQUE AQUI e receba notícias do Grêmio direto no seu Messenger.

O Gauchão teve quatro rodadas disputadas e só agora foi possível ter uma primeira amostra do time titular do Grêmio em 2018. E longe ainda dos compromissos oficiais. O técnico Renato Gaúcho mostrou suas primeiras ideias para a temporada em um jogo-treino contra Sindicato dos Atletas do RS, vencido por 6 a 0. Duas indicações para a Recopa, a força ofensiva pelo lado direito e a boa atuação de Jael encerram o trabalho como protagonistas.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Abaixo, o GloboEsporte.com analisa como foi a primeira movimentação do Grêmio de 2018 e mostra pontos que necessitam de ajustes:




Novo time titular

A escalação deixa clara duas novidades para o ano. A primeira: Léo Moura é a principal alternativa para substituir Ramiro na Recopa, nos dias 14 e 21, já que ele está suspenso nos dois jogos pela expulsão na final na Libertadores. Madson, que jogou no duelo com o São José, neste domingo, pelo Gauchão, deve aparecer na lateral.

Outra alteração em relação a 2018 é a presença de Cícero ao lado de Luan. Ambos jogaram lado a lado como jogadores mais avançados do time, se alternando na referência. Técnico, o polivalemte jogador casa bem com o estilo gremista e o modelo de jogo proposto desde 2015 no clube. Até que um centroavante seja contratado, aparentemente será a escolha de Renato.

Com todos à disposição, uma tendência de time para o futuro tem: Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Jailson, Ramiro, Luan e Everton; Cícero.

Força pela direita

Léo Moura teve boa atuação mais adiantado. Técnico, se entendeu bem com Luan, Maicon e Cícero, que giravam próximos do seu setor. Além disso, deu passe para o terceiro gol gremista, de Everton, ao fazer a ultrapassagem, receber de Ramiro e cruzar na medida. Como extrema pela direita, ganha a liberdade para se movimentar e não precisa compor a linha defensiva.

Dos seis gols, seis saíram por tramas pelo lado direito. O pênalti ocorreu após Luan abrir pelo lado, tabelar com Ramiro e ser derrubado dentro da área. Depois, o gol de Everton com passe de Léo Moura. E no segundo tempo, Kaio foi o responsável por colocar a bola na cabeça de Jael.

Ramiro, como lateral, apareceu muito bem pelo meio - até pela fragilidade do adversário, que pouco conseguiu atacar. Antes da abertura do placar, ele dera belo passe para Luan entrar na área, driblar o goleiro e finalizar para fora. Léo Moura também ajudou no controle da bola, algo que o time sempre se ressente sem Arthur.

Capitão de volta

Outro que é um controlador nato é Maicon. O volante voltou a figurar entre o time titular e formou dupla com Jailson. Desfilou a técnica de sempre e distribuiu passes precisos, especialmente para os laterais. Ele tirou um destes lançamentos da "cartola" no lance do gol de Everton, por exemplo, e também deixou Cortez duas vezes livre pela esquerda.

Depois de sua participação - jogou ainda parte do segundo tempo - Maicon ainda acabou o dia de trabalho com uma corrida no CT Luiz Carvalho. Está plenamente recuperado para 2018 e aparece como fiador do modelo de posse de bola do Grêmio, que se mantém. Ditou o ritmo da equipe.

Finalmente, o Cruel?

Na segunda etapa, Renato modificou praticamente todo o time. A escalação teve Paulo Victor; Kaio, Bressan, Jailson e Marcelo Oliveira; Michel, Maicon, Ramiro, Cícero e Tilica; Jael. O centroavante participou dos três gols. Anotou o quarto, tocou na trave para Cícero aparar o rebote no quinto e deu passe para Tontini no sexto. Com o mercado complicado na busca por reforços, sua importância no elenco cresce.

Pontos a melhorar

Profundidade

Com Cícero e Luan, o Grêmio perdeu agressividade no setor ofensivo. Demorou 30 minutos para abrir o placar contra o time do Sindicato dos Atletas e não criou muitas chances dentro da área. Talvez se explique pela taxa baixa de participação de Everton. O atacante apareceu pouco dentro da área, embora um gol anotado, e não conseguiu muitas jogadas com vantagem pelo lado esquerdo. Claro que foi apenas a primeira amostragem, mas Cícero não é exatamente especialista na função. O que pode prejudicar o setor ofensivo em um teste mais forte.

Ajuste com Everton

A todo momento no trabalho, Geromel, Kannemann e Ramiro gritavam para o atacante Everton recompor a linha do meio-campo e acompanhar o lateral rival. Em determinado momento, a bola chegou ao rival pelo lado, embora Cebolinha, como é conhecido o atacante entre os atletas, conseguiu chegar e bloquear o cruzamento. Mas a orientação foi para que não deixasse tanto espaço para o adversário receber o passe. Everton é uma das novidades, embora no ano passado já estivesse no elenco. Fernandinho ocupava a vaga e encerrou o ano como titular.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 12:47

Provável nova camisa 1 do Grêmio tem imagens vazadas na internet. Veja fotos

CLIQUE AQUI e receba notícias do Grêmio direto no seu Messenger.

A provável nova camisa 1 do Grêmio, produzida pela Umbro, teve diversas imagens vazadas na internet. O manto segue o padrão tradicional com as listras verticais, com a gola e punhos na cor branca. O logo da Umbro na frente da camisa foi posto em dourado, em vez de branco.



A interna da gola apresenta estampados todos os escudos que já foram usados pelo clube, juntamente com uma imagem comemorativa aos 115 de fundação. Este mesmo selo também foi colocado na parte inferior da camisa.

O Grêmio ainda não confirma a autenticidade do modelo. O Tricolor deve usar a novidade pela primeira vez na partida contra o Defensor, do Uruguai, na próxima terça-feira, na estreia do time na Libertadores.













Conteúdo publicado originalmente no site Lance!