Publicada em 27/01/2018, às 12:57

Intocáveis? Único setor inalterado, zaga do Cruzeiro é uma das três intactas da Série A

Posição é a única que não ganhou reforços da diretoria cruzeirense na janela de transferências

Léo e Murilo fazem treino físico na Toca II (Foto: Thaynara Amaral)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Cruzeiro direto no seu Messenger.

Uma das melhores campanhas do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro não vive só uma boa fase em seu setor ofensivo, que marcou seis gols em três partidas oficiais até agora. A zaga também começou muito bem a temporada de 2018, alcançando um feito que há muito tempo não ocorria. Além disso, é, entre as equipes da elite do futebol brasileiro, uma das intactas até agora no ano.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Em três partidas do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro não sofreu gols de Tupi, Caldense e Uberlândia. ALiás, a Raposa é a única equipe cuja zaga ainda não foi vazada no Estadual. No Brasil, entre os 20 times que estão na elite, a lista também é encabeçada por Flamengo e Chapecoense.

O time catarinense também fez três partidas em seu Estadual e não levou gol, marcando três vezes. O Flamengo também tem três jogos no ano e não sofreu gol. O ataque rubro-negro marcou quatro vezes no Campeonato Carioca. Quem ajuda na marcação, Ariel Cabral exalta o bom momento do setor defensivo cruzeirense.

- A gente quando tem que marcar, defender, recua todo mundo para ocuparmos a posição. Nosso setor está muito bem no ano. Esse posicionamente nos ajuda a manter o arco sem gols, e isso vai nos ajudar ainda mais - avaliou o volante cruzeirense.

Único setor inalterado

Com sete contratações no mercado, o Cruzeiro só não fez mudanças na sua zaga. No gol, por exemplo, saiu Lucão, quarto goleiro, e entrou Vitor Eudes, destaque no sub-20 do clube. Nas laterais, saíram Galhardo e Lennon (direita) e Diogo Barbosa e Bryan (esquerda). Entraram Edilson na lateral direita, enquanto Marcelo Hermes e Egídio chegaram para o outro lado. Para a esquerda, também foi promovido Victor Luiz.

No setor de volantes, saiu Hudson e chegou Bruno Silva. Na armação, saíram do clube Alisson e Élber, que foram negociados com Grêmio e Bahia, respectivamente. Mancuello, que pode ser usado como volante e até lateral esquerdo, chegou para o meio. No ataque, saiu o jovem Jônata, que não teve o contrato renovado. Para o setor, chegaram David e Fred.

No setor, permanecem Léo, Murilo, Digão, Manoel, Dedé, que está perto de retornar aos gramados, e o jovem Arthur. O único que teve uma possibilidade sair foi Murilo, que teve proposta descartada do futebol italiano.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 21/02/2018, às 15:27

Para vice-presidente de futebol do Cruzeiro, multa de Fred é "piada"

Itair Machado considera ilegal a cobrança de R$ 10 milhões feita pelo Atlético-MG, por causa da ida do camisa 9 para o Cruzeiro. O dirigente entende que Raposa não deve pagar

Diretor de futebol, Itair Machado fala sobre multa de Fred (Foto: Divulgação / Cruzeiro)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Cruzeiro direto no seu Messenger.

O caso Fred, envolvendo o Atlético-MG e o Cruzeiro, ainda está dando pano para manga. Há dois meses o atacante rescindiu o contrato com o Alvinegro para assinar com a equipe celeste. A troca de clube gerou uma dívida de R$ 10 milhões, por causa de uma cláusula no contrato do camisa 9. De dezembro para cá, o Galo cobra o montante, que deveria ter sigo pago no dia 17 de janeiro, mas o departamento jurídico da Raposa ainda está avaliando o processo.



Nesta quarta-feira, o site Uol publicou uma entrevista com o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado. O dirigente classificou a multa como "piada" e considerou a cobrança feita pelo Atlético-MG ilegal. Vale lembrar que o presidente da Raposa, Wagner Pires de Sá garantiu, mês passado, que acertaria a dívida.

- Essa contratação nunca é bem explicada. Eu sempre tive um bom relacionamento com o Fred e com o Francis, que é o procurador. Quando fiquei sabendo que teria a rescisão, eu liguei e marcamos. Aí ele falou: 'olha, tem uma multa de R$ 10 milhões.' Na hora eu falei: 'Olha, essa multa é piada'. A gente entende que consegue não pagar na Justiça - disse o dirigente do Cruzeiro em entrevista publicada no site Uol nesta quarta-feira.

O Atlético-MG já ingressou com uma ação na Câmara Nacional de Resolução de Disputas, da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), cobrando de Fred o pagamento da multa de R$ 10 milhões. Itair Machado destacou que caso o clube seja obrigado a pagar, o valor não será destinado ao rival, mas à empresa WRV que cobra uma dívida antiga do Atlético-MG.



- Para o jogador ficar tranquilo, demos um documento que, se tiver que pagar, o Cruzeiro paga. Quando a Justiça falar que temos que pagar, o Cruzeiro vai pagar, mas não ao Atlético Mineiro. O Cruzeiro vai pagar para o credor que já intimou o Cruzeiro. Eu, Itair, entendo que a multa é ilegal. A Justiça ou a CBF, alguém vai mostrar que isso é ilegal - afirmou o vice-presidente de futebol.

O caso será julgado na Câmara de Resolução de Disputas por cinco juristas: Vitor Butruce, presidente e representante da CBF; Luiz Guilherme Pires Barbosa, indicado pelos clubes; Liselaine Marques de Castro Rosa (atletas); Luiz Fernando Pimenta Ribeiro (intermediários); e Guilherme Guimarães (técnicos), segundo dados da site da CBF.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!