Publicada em 26/01/2018, às 15:52

Novo presidente do Vasco toma atitude para reaproximar os torcedores; confira

Clube anunciou em nota oficial o desbloqueio de mais de 10 mil torcedores nas redes sociais

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

Ao longo dos últimos três anos da gestão de Eurico Miranda no Vasco da Gama, inúmeros torcedores foram bloqueados nas redes sociais do clube. As reclamações e críticas ao então mandatário Cruzmaltino, geralmente, eram as principais razões para o afastamento forçado dos fãs que interagiam pela internet.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Uma das promessas de todos os candidatos que faziam oposição ao antigo presidente durante as eleições do Vasco, era o desbloqueio desses torcedores, como um símbolo da abertura e democratização do clube carioca.

Pois não demorou muito desde a posse de Alexandre Campello, eleito de forma polêmica ao utilizar uma brecha do estatuto do clube, para que esse desbloqueio fosse realizado. Agora, os “inúmeros” torcedores bloqueados já podem ser contabilizados. De acordo com uma nota oficial emitida pelo clube nesta sexta (26 de janeiro), o clube desbloqueou mais de 10 mil usuários que seguiam o clube nas redes sociais. Confira abaixo a nota publicada no site oficial do Vasco da Gama:

O maior patrimônio do Vasco da Gama é a sua torcida. E deixá-la mais próxima do clube é o grande objetivo da gestão empossada na última segunda-feira (22/01) na Sede Náutica da Lagoa. O processo de reaproximação foi iniciado nessa semana, com o desbloqueio de aproximadamente 10 mil torcedores nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Nosso objetivo é construir o futuro da instituição de uma forma democrática, com a participação de todos que carregam a cruz de malta no peito. A opinião dos vascaínos é de suma importância para nós.


Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports

Publicada em 23/02/2018, às 13:47

Zé Ricardo recebe proposta tentadora do Al-Ahli e pode deixar o Vasco

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

O técnico Zé Ricardo pode deixar o Vasco. O comandante recebeu uma proposta tentadora do Al-Ahli, dos Emirados Árabes, e terá uma conversa definitiva com a diretoria. Os valores estão muito acima do que o Cruzmaltino pode pagar.



O contrato seria de R$ 23 milhões por três anos. No Vasco, o treinador recebe salário de cerca de R$ 170 mil, consideravelmente inferior ao que foi oferecido pelo Ah-Ahli.

A conversa é para um aumento salarial e ampliação do vínculo até dezembro de 2019. Zé Ricardo, desta forma, passaria a receber vencimentos na casa de R$ 250 mil, ainda bem abaixo do que os árabes acenam.

O Vasco mostrará ao profissional a sua importância no processo de reestruturação do futebol do clube e afirmará que a continuidade em São Januário é fundamental para o projeto idealizado pela nova direção.



Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte