Publicada em 25/01/2018, às 21:32

Fla prepara nova investida por Dourado; agente conversará com Flu

Outro interessado, o Corinthians tem negociação estagnada por conta da eleição presidencial do dia 3. Candidato Andrés Sanchez tem interesse no Ceifador

Desde o Torneio da Flórida, Ceifador não participa mais de jogos do Flu (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)



Depois da primeira investida, mais uma tentativa. O Flamengo voltou a ter Henrique Dourado no radar e tentará contratá-lo.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





O centroavante do Fluminense é visto como uma opção no mercado para suprir a ausência do suspenso Guerrero. E passou a ser alvo após a fracassada tentativa de repatriar Vagner Love. Por ora, nenhuma proposta oficial foi apresentada nas Laranjeiras.

A situação do Ceifador está indefinida desde que ele tornou pública a vontade de trocar de ares. Desde então, embora continue treinando, não foi mais relacionado por Abel Braga. O representante do atacante deve vir ao Rio de Janeiro para tratar do caso com o Tricolor.

O Corinthians é outro interessado no camisa 9 tricolor. O negócio ficou em suspenso dada a eleição presidencial do dia 3 de fevereiro. O candidato Andrés Sanchez topa negociar apesar de considerar a multa de 4,5 milhões de euros (R$ 17,8 milhões) alta. Se for eleito, entrará na disputa.

O Fluminense, embora respeite a vontade do atleta, não aceita liberá-lo por menos do que o estipulado pela cláusua de rescisão. E não topa negociar com o tradicional rival. Mesmo tendo atrasos salariais, Dourado não adotou o caminho de ir à Justiça pedir a liberação do vínculo.

No dia 7 de janeiro, o GloboEsporte.com revelou que o Corinthians e o Flamengo haviam feito propostas pelo artilheiro do último Brasileirão. Consultado, o Tricolor respondeu ter sido informado pelo empresário do jogador sobre ofertas. Na época, o Rubro-Negro negou ter feito oferta.

Henrique Dourado chegou ao Fluminense em julho de 2016 com a difícil missão de substituir Fred. Deslanchou em 2017. Foi o artilheiro do ano no Brasil com 32 gols, o goleador do Brasileirão ao lado de Jô (18 gols) e ainda se destacou nos pênaltis, convertendo todas as 11 cobranças que bateu.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em , às