Publicada em 24/01/2018, às 19:34

Fred revela sonhar com retorno ao Cruzeiro desde 2009

Atacante, que se declara cruzeirense, revela emoção ao fechar contrato com a Raposa

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)



O atacante Fred revelou detalhes da sua ida ao Cruzeiro e da cobrança ao deixar o Atlético-MG. Em entrevista a TV Globo, o jogador também falou sobre a vontade que tinha de voltar a jogar pelo Cruzeiro desde que retornou ao Brasil, após deixar o Lyon, da França.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Fred fez questão de enfatizar que ao sair do Atlético-MG recebeu várias críticas, mas que a vontade de crescer como profissional falou mais alto.

- Tomei muita porrada quando saí do Atlético e vim para o Cruzeiro. Mas todo mundo só consegue olhar um lado, tipo: ‘poxa, saiu daqui e foi para o outro lado…’, mas ninguém conseguiu enxergar o lado do desafio, em querer crescer. Eu sou movido a esses desafios - disse o jogador

O camisa 9 se disse chateado com algumas situações no Galo, e ressaltou a importância em voltar para a Raposa.

- Começou a passar tudo pela minha cabeça, meu coração começou a saltar de novo, porque estava um pouco chateado com a forma que o Atlético estava me tirando, e falei: ‘Não. Vou ter a oportunidade de estar no meu clube, onde eu já tenho uma história, o time é muito bom’. Todos da minha família viram o brilho no meu olhar e falaram que eu estava parecendo um menino - afirmou o centroavante.

O atacante não esconde que o Cruzeiro é o seu time do coração. Em 2004, aos 20 anos Fred foi destaque no clube celeste e foi vendido ao Lyon, em agosto de 2005. Ao voltar para o Brasil, em 2009, o atleta foi para o Fluminense, mas relatou que o desejo era de integrar o elenco da Raposa naquele ano.

- Sempre tive o sonho de retornar ao Cruzeiro, desde 2009 que tento o meu retorno. Eu sempre declarei, não é de agora, que sou cruzeirense. Fiquei oito anos no Fluminense, tenho um carinho muito grande pelo clube. São os dois clubes do meu coração. Mas o Cruzeiro é o clube de infância, aquela coisa de ir com o meu tio na moto ver os jogos, acompanhar o time na época de Marcelo Ramos, Fábio Júnior - enfatizou o jogador.

O Cruzeiro de Fred joga nesta quarta-feira, contra o Uberlândia, às 21h45, no Mineirão, pelo Campeonato Mineiro.

Conteúdo publicado originalmente no site Lance!

Publicada em 09/02/2018, às 09:04

Invicto, Cruzeiro defende liderança contra o pressionado Democrata pelo Mineiro

Clubes se enfrentam nesta sexta-feira, às 21h30, em Governador Valadares, pela sexta rodada

Mamudão será palco do duelo entre Democrata e Cruzeiro (Foto: Divulgação/ Democrata)



Já é Carnaval! Porém, ainda não para Democrata e Cruzeiro, que vão se enfrentar na noite desta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mamudão, em Governador Valadares, pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. Os times vivem momentos distintos na competição. A equipe de Mano Menezes ocupa o topo da tabela, com 13 pontos, e ainda está invicta neste ano. Já o clube do interior de Minas Gerais é o vice-lanterna, com quatro.



O Democrata chega na rodada precisando pontuar. O time repete o desempenho ruim do Mineiro do ano passado, quando quase foi rebaixado. Até aqui, a Pantera não teve sucesso jogando em casa: dois jogos e duas derrotas. Para o confronto com o Cruzeiro, a equipe está pressionada pelo resultado.

- É uma partida muito especial, contra um time grande. A gente tem que ter uma postura mais aguerrida. Trata-se de um jogo importantíssimo para nós, até mesmo em termos de tabela; precisamos pontuar nesta rodada - afirma o técnico Gilmar Estevam.

Nesta semana, o Democrata "ganhou" duas baixas no time titular. O zagueiro Allan Miguel torceu o joelho, rompeu os ligamentos e deve ficar afastado por um bom tempo. O goleiro Tiago Rocha também fica fora do duelo com a Raposa, por causa de um estiramento na coxa direita. Foram três treinamentos em campo, porém, sem poder contar com todos os jogadores disponíveis para a partida. Isso porque, devido ao desgaste, muitos foram poupados.



Noite de estreia

Líder, “com folga”, o Cruzeiro está tranquilo no Campeonato Mineiro e poderia, até mesmo, levar o time reserva para atuar em Governador Valadares. Porém, não parece ser a ideia do técnico Mano Menezes, que deve colocar em campo a maioria dos titulares. No ataque, o trio deve permanecer o mesmo: Rafinha, Arrascaeta e Fred. As mudanças devem ocorrer no sistema mais defensivo.

No treino dessa quinta-feira, Mano testou o argentino Mancuello entre os titulares. Ele deve atuar no lugar de Ariel Cabral e fechar a primeira linha do meio de campo ao lado de Henrique e Robinho. E não será apenas Mancu que fará o primeiro jogo entre os 11 iniciais. O lateral-esquerdo Marcelo Hermes pode estrear com a camisa do Cruzeiro logo na equipe principal. Egídio, “dono” da posição, deve ser poupado, já que jogou em todos os duelos da Raposa nesta temporada.

A dupla de zaga também sofrerá modificações. Certo é que o jovem Murilo, de 20 anos, será poupado e não vai iniciar entre os titulares. Léo terá um “novo” companheiro. Na quarta, Mano treinou com Digão. Porém, nas atividades dessa quinta, optou por Manoel - principal candidato à vaga no time.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte