Publicada em 23/01/2018, às 20:02

Titular contra a Cabofriense, Gabriel se diz mais tranquilo e elogia Campello

Goleiro vai entrar no lugar de Martín Silva em time misto montado por Zé Ricardo. Ele acredita que está mais experiente após experiência de 2017

Gabriel Félix durante treino do Vasco (Foto: Paulo Fernandes / Vasco)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

Poucos jogadores do atual elenco do Vasco já conheciam Alexandre Campello, o novo presidente do clube. Um deles é Gabriel Félix, que conviveu com o então médico quando ainda estava na base, na gestão de Roberto Dinamite.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





- Ele era médico do profissional, e eu subia com o professor Carlos Germano. Sempre foi um cara respeitador e íntegro. Tenho certeza de que ele vai fazer uma grande administração – disse Gabriel.

O goleiro será titular contra a Cabofriense, nesta quarta-feira, em Bacaxá. Zé Ricardo vai escalar um time misto, e Gabriel terá a chance de jogar no lugar de Martín Silva. Será apenas seu quarto jogo como profissional.

Em 2017, Gabriel atuou em três partidas no Campeonato Brasileiro. Em sua estreia, precisou sair ao sentir cãibras nas duas pernas – justificadas pelo nervosismo do primeiro jogo. Agora, ele se diz mais tranquilo.

- Foi uma experiência muito boa. Nunca tinha jogado no profissional, só na base. Agora, a gente já se sente um pouco mais tranquilo para fazer boa partida e ajudar o Vasco – completou.

O Vasco deve entrar em campo com Gabriel, Rafael Galhardo, Luiz Gustavo, Ricardo e Alan; Andrey, Bruno Paulista, Guilherme, Nenê e Rildo; Caio Monteiro. A partida acontece às 17h (de Brasília), pela terceira rodada do Campeonato Carioca.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 22/02/2018, às 20:46

Empresário de Martín Silva revela que pensou em tirar o goleiro do Vasco

Após ver o goleiro defender três penalidades e garantir a classificação do Vasco para a fase de grupos da Conmebol Libertadores, Regis Marques desabafou em sua conta no Twitter

(Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

No dia 26 de julho de 2015, Martín Silva viveu um de seus piores dias com a camisa do Vasco. Era a 15ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano, o Cruzmaltino recebia em casa o Palmeiras e no fim do primeiro tempo já sofria uma goleada por 3 a 0.



Voltando ao time após dois meses fora por contusão, o uruguaio não foi poupado pela torcida, que o vaiou pelas falhas nos gols do adversário. Para piorar, Martín foi substituído no intervalo e após o jogo, o então treinador, Celso Roth, creditou a “erros individuais” a derrota por 4 a 1, além de barrar o arqueiro na sequência do campeonato.

Nesta quarta-feira (21 de fevereiro), após ver o goleiro defender três penalidades e garantir a classificação do Vasco para a fase de grupos da Conmebol Libertadores, Regis Marques, empresário de Martín Silva desabafou em sua conta no Twitter.

“Em pensar que as vaias contra o Palmeiras, da torcida, foi a coisa mais covarde que vi, quase me fez tirar ele do Vasco”, contou o agente, para em seguida fazer uma advertência à torcida. “Só espero que apoiem quando falhar também, pois nas boas estão vários com ele. Quero ver nas más”, finalizou.






Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports