Publicada em 23/01/2018, às 12:22

Recuperado, Roger evita cobrança por gols em retomada no Inter: "Vou desfrutar"

Artilheiro pelo Botafogo, centroavante projeta temporada mais "tranquila" para consolidar recuperação após retirada de tumor benigno no rim direito, no final de 2017

Roger concedeu entrevista nesta segunda-feira (Foto: Inter / DVG)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Internacional direto no seu Messenger.

Roger encontrou na acolhida do Inter uma oportunidade para retomar e desfrutar de sua carreira após a retirada de um tumor no rim direito, que o tirou de combate no final da temporada passada. E o 2017 vivido com a camisa do Botafogo serve para nortear como o centroavante conduzirá seu dia a dia de trabalhos pelo Colorado em 2018.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, dia seguinte de seu retorno aos gramados depois de quatro meses, o atacante afirmou que não irá repetir a cobrança elevada a que se impôs para balançar as redes ao longo do ano passado. Vale lembrar: mesmo com seu grave problema médico, o atacante encerrou 2017 como artilheiro do alvinegro carioca, com 17 gols.

– Sinceramente, não vou me cobrar, puxar mais essa responsabilidade. O 2017 foi de muita cobrança, eu me cobro demais, fico noites em claro. E não vai ser isso que vou fazer no Inter. Vou desfrutar minha carreira, aproveitar cada momento. Claro, a gente quer fazer os gols, a linha da frente toda, Damião, Nico, D'Ale. Mas não vou deixar isso passar a frente do grupo, que é vencer seis ou sete jogos seguidos, ganhar corpo, mostrar que quer ganhar o Gauchão e fazer um bom brasileiro – afirma o centroavante.

O discurso de menos cobrança em 2018 também se traduz na postura para brigar por espaço no elenco. Após estrear pelo clube na vitória por 3 a 0 sobre o Novo Hamburgo, com time reserva no último domingo, Roger sabe que ainda mantém o status de suplente de Leandro Damião na equipe de Odair Hellmann, até por precisar recuperar a forma física anterior à recuperação do tumor. O atacante não entrave em campo desde o longínquo 24 de setembro, quando marcou na vitória do Botafogo por 3 a 2 sobre o Coritiba, pelo Brasileirão.

Após 4 meses, Roger voltou a campo e estreou pelo Inter contra o Novo Hamburgo (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)



Seis dias mais tarde, foi diagnosticado com um tumor benigno no rim direito, que o tirou do restante da temporada e o obrigaou a passar por uma cirurgia. O jogador voltou a treinar ainda em 2017, mas sem entrar em campo. Na pré-temporada colorada, se destacou com gols – três deles, anotados em jogo-treino contra o Lajeadense. Mas não a ponto de fazê-lo retomar a forma física ideal.

– Quando cheguei aqui, disse isso, o Damião é titular, tem uma história linda, mas que vim para buscar meu espaço, com muito respeito, sabendo das minhas limitações, principalmente físicas. Não é comum o problema médico que tive, tive que ficar 40 dias parado. E isso me tirou praticamente 10 quilos de massa muscular, não é fácil recuperar isso em poucos dias. Estou tranquilo, não vou deixar essas coisas entrarem na minha cabeça e quero desfrutar um pouco – ressalta.

Roger será reserva do Inter contra o Caxias nesta quarta-feira, às 21h45, no Estádio Centenário, pela 3ª rodada do Gauchão. O atacante deve retornar ao time, novamente de reservas, diante do Avenida, no próximo sábado, no Beira-Rio.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 18:36

Inter vai com reservas e Wellington Silva como atração contra o São Luiz

(Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Internacional direto no seu Messenger.

O Internacional usará time reserva na próxima rodada do Gauchão. Contra o São Luiz, no domingo, o time será suplente por conta do jogo contra o Cianorte, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil. Wellington Silva será atração.



Recuperado de uma lesão no púbis, o ex-Fluminense começará como titular pela primeira vez. Até então ele apenas entrou durante as partidas. E pode ter chance na quarta, já que Nico López está suspenso por conta da expulsão diante do Remo.

A opção de usar reservas também leva em conta a longa viagem do Pará ao Rio Grande do Sul após o duelo da última quarta. Portanto, os titulares precisam de descanso.

O provável time do Internacional tem Marcelo Lomba (único titular); Ruan, Rodrigo Moledo, Thales e Uendel; Charles, Gabriel Dias, Juan Alano, Camilo e Wellington Silva; Roger.



Inter e São Luiz jogam no domingo às 17h (de Brasília) no estádio do Vale, em Novo Hamburgo.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte