Publicada em 23/01/2018, às 18:30

Presidente do Vitória exige retorno de David; Cruzeiro aguarda novos exames

Presidente do Leão diz que equipe mineira não fez o depósito pela compra do jogador. Intenção é que o atleta continue o tratamento na Toca do Leão; Raposa informa que atacante só vai assinar quando estiver apto

Jogador já foi procurado pelo Vitória para retornar ao Barradão (Foto: Gabriel Duarte)



A espera do Vitória acabou. Sem uma resposta definitiva do Cruzeiro sobre a situação de David, a diretoria do time baiano entrou em contato com o jogador para exigir seu retorno. O Rubro-Negro aguardava um posicionamento da equipe mineira sobre o pagamento do valor acordado na negociação. Como não aconteceu o depósito da quantia - R$ 10 milhões pelos 70% dos direitos econômicos do meia-atacante -, o Leão quer a volta do meia para a continuidade do tratamento da lesão na parte posterior da coxa direita.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





- Cruzeiro ainda insiste que o atleta deve continuar seu tratamento, e nós, conforme noticiamos desde sexta-feira, colocamos esse prazo para ontem. Então, estamos já efetuando todas as ações no sentido de que o atleta ou retornar ao Vitória ou eles, durante esse trâmite, efetuarem o pagamento que têm de fazer. Mas já iniciamos, inclusive, contato com o atleta para que ele retorne ao Esporte Clube Vitória para que possamos fazer uma avaliação atual do seu estado físico, se necessário tratamento, continuar o tratamento aqui - disse o presidente do Vitória, Ricardo David, em entrevista ao GloboEsporte.com.


A gente não quer mais estender prazo nenhum. Ou eles depositam até o final do dia ou o atleta retorna já. Estamos em contato com o atleta para exigir dele a reapresentação no Vitória para fazer avaliação médica e dar sequência ao seu tratamento.


Na última semana, a direção do Cruzeiro disse que no contrato entre os clubes constava a necessidade da aprovação nos exames médicos para a concretização do negócio. Nesta terça, o comando da Raposa informou que segue de acordo com o que foi combinado entre as partes. Recentemente, o médico do clube mineiro, Sérgio Campolina, disse que o clube havia sido informado de uma lesão mais branda, mas se mostrou otimista quanto à recuperação do atleta. Ainda segundo o próprio clube, o atacante só vai assinar quando for aprovado nos testes.

De acordo com Ricardo David, o Cruzeiro pediu mais um dia de espera para o Rubro-Negro. A ideia é que o meia-atacante faça um exame nesta quarta-feira. O clube baiano, no entanto, não concordou.

- Uma vez que o Cruzeiro tomou conhecimento dessa solicitação nossa, eles voltaram a se comunicar conosco, mais uma vez pedindo um pouquinho mais de paciência, que ele vai fazer uma ressonância amanhã, que o estado da lesão já está muito em fase de cicatrização... O que estou dizendo para eles é o seguinte: “Se vocês já têm uma avaliação dessa, têm o negócio como concluído, paguem e acabou”. Se acha que o estado físico do atleta ainda não está em condições deles darem o OK, que nos devolvam para que nós façamos o tratamento, que é o correto. Estamos aqui até o fim do dia resolvendo isso - acrescentou o dirigente.

David se machucou na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro 2017, na partida contra a Ponte Preta. Em entrevista no início do mês, Itair Machado, vice-presidente de futebol do Cruzeiro, informou que a previsão para o retorno do atacante aos treinos, a princípio, seria para o dia 15 de janeiro. Mas, até o momento, ele segue sem participar das atividades com bola.

O pagamento pelos direitos econômicos de David é muito importante para o Vitória. O clube baiano atravessa uma crise financeira, o que tem criado dificuldades para a contratação de reforços. Recentemente, o Conselho Deliberativo do clube reprovou a proposta de orçamento apresentada para 2018 e aprovou um plano com R$ 16 milhões para custear as despesas nos meses de janeiro e fevereiro.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 09/02/2018, às 09:04

Invicto, Cruzeiro defende liderança contra o pressionado Democrata pelo Mineiro

Clubes se enfrentam nesta sexta-feira, às 21h30, em Governador Valadares, pela sexta rodada

Mamudão será palco do duelo entre Democrata e Cruzeiro (Foto: Divulgação/ Democrata)



Já é Carnaval! Porém, ainda não para Democrata e Cruzeiro, que vão se enfrentar na noite desta sexta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mamudão, em Governador Valadares, pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. Os times vivem momentos distintos na competição. A equipe de Mano Menezes ocupa o topo da tabela, com 13 pontos, e ainda está invicta neste ano. Já o clube do interior de Minas Gerais é o vice-lanterna, com quatro.



O Democrata chega na rodada precisando pontuar. O time repete o desempenho ruim do Mineiro do ano passado, quando quase foi rebaixado. Até aqui, a Pantera não teve sucesso jogando em casa: dois jogos e duas derrotas. Para o confronto com o Cruzeiro, a equipe está pressionada pelo resultado.

- É uma partida muito especial, contra um time grande. A gente tem que ter uma postura mais aguerrida. Trata-se de um jogo importantíssimo para nós, até mesmo em termos de tabela; precisamos pontuar nesta rodada - afirma o técnico Gilmar Estevam.

Nesta semana, o Democrata "ganhou" duas baixas no time titular. O zagueiro Allan Miguel torceu o joelho, rompeu os ligamentos e deve ficar afastado por um bom tempo. O goleiro Tiago Rocha também fica fora do duelo com a Raposa, por causa de um estiramento na coxa direita. Foram três treinamentos em campo, porém, sem poder contar com todos os jogadores disponíveis para a partida. Isso porque, devido ao desgaste, muitos foram poupados.



Noite de estreia

Líder, “com folga”, o Cruzeiro está tranquilo no Campeonato Mineiro e poderia, até mesmo, levar o time reserva para atuar em Governador Valadares. Porém, não parece ser a ideia do técnico Mano Menezes, que deve colocar em campo a maioria dos titulares. No ataque, o trio deve permanecer o mesmo: Rafinha, Arrascaeta e Fred. As mudanças devem ocorrer no sistema mais defensivo.

No treino dessa quinta-feira, Mano testou o argentino Mancuello entre os titulares. Ele deve atuar no lugar de Ariel Cabral e fechar a primeira linha do meio de campo ao lado de Henrique e Robinho. E não será apenas Mancu que fará o primeiro jogo entre os 11 iniciais. O lateral-esquerdo Marcelo Hermes pode estrear com a camisa do Cruzeiro logo na equipe principal. Egídio, “dono” da posição, deve ser poupado, já que jogou em todos os duelos da Raposa nesta temporada.

A dupla de zaga também sofrerá modificações. Certo é que o jovem Murilo, de 20 anos, será poupado e não vai iniciar entre os titulares. Léo terá um “novo” companheiro. Na quarta, Mano treinou com Digão. Porém, nas atividades dessa quinta, optou por Manoel - principal candidato à vaga no time.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte