Publicada em 23/01/2018, às 20:33

Com Edílson e Raniel, Cruzeiro relaciona 22 jogadores para o duelo com o Uberlândia

Lateral-direito fará a estreia com a camisa celeste; atacante volta a ser convocado após quase quatro meses longe dos gramados

Raniel volta a ser relacionado após quase quatro meses (Foto: Gabriel Duarte)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Cruzeiro direto no seu Messenger.

Com novidades, o Cruzeiro relacionou 22 jogadores para o jogo diante do Uberlândia, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Mineirão, pela terceira rodada do Mineiro. Edílson, que inicou a pré-temporada mais tarde que os companheiros, fará sua estreia com a camisa celeste. Pelo o que foi acompanhado no treino de Mano Menezes da tarde desta terça, o lateral-direito será titular.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Quem também apareceu na lista foi o atacante Raniel. Ele não joga desde setembro, quando lesionou as duas coxas na final da Copa do Brasil, contra o Flamengo. O jovem, de 21 anos, virou xodó da torcida após boas partidas na temporada passada. Neste ano, porém, terá grande concorrência no ataque, principalmente, com a chegada de Fred.

- Estou muito feliz. Gostaria de agradecer, primeiramente a Deus, também à torcida, que sempre me apoiou, o pessoal da comissão (técnica). Queria dizer que estou muito feliz de estar voltando depois de tantos meses. Pode ter certeza que eu vou dar tudo dentro de campo, vou me doar, vou dar sangue, raça, para que a gente possa conquistar nossos objetivos - disse Raniel em entrevista ao site oficial do Cruzeiro.

Outro que voltou a ser convocado é o meio-campista Ariel Cabral. O argentino foi poupado contra a Caldense, mas está de volta e deve iniciar o jogo entre os titulares. Apesar de estarem na lista, o zagueiro Léo e o meia Rafinha, que atuaram nas duas primeiras partidas do time na temporada, podem ser poupados.

Com isso, o provável Cruzeiro para o confronto com o Uberlândia tem: Fábio; Edílson, Manoel, Murilo e Egídio; Robinho, Henrique e Ariel Cabral; Thiago Neves, Fred e Arrascaeta.

Veja os relacionados para a jogo:
Goleiros: Fábio e Rafael
Lateral-direito: Edilson
Laterais-esquerdos: Egídio e Marcelo Hermes
Zagueiros: Digão, Manoel, Murilo e Léo
Volantes: Ariel Cabral, Bruno Silva, Henrique, Lucas Silva, Nonoca e Robinho.
Meias: De Arrascaeta, Messidoro, Rafinha e Thiago Neves
Atacantes: Fred, Raniel e Rafael Sóbis

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 12:05

Cruzeiro faz força-tarefa para evitar novas lesões e programa volta de Dedé

(Foto: Washington Alves/Cruzeiro)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Cruzeiro direto no seu Messenger.

Uma preparação especial para evitar novas lesões. O Cruzeiro programou uma série de treinos para fortalecer a musculatura de Dedé e impedir que o atleta volte a sofrer com problemas físicos. No sábado (24), ele deve fazer seu primeiro jogo como titular da equipe desde a recuperação.



Foi comum, sobretudo durante a pré-temporada, vê-lo treinando à parte. O zagueiro foi o único do elenco a treinar todos os dias na Toca da Raposa II. Mesmo durante as viagens do grupo, lá estava o defensor em sua rotina especial.

O foco dos trabalhos foi deixar as articulações dos joelhos mais resistentes. Nos bastidores, há muita preocupação em relação à condição física do atleta. O calvário de lesões de Dedé se iniciou em novembro de 2014. Desde então, ele fez apenas 12 partidas e acumulou problemas nos dois joelhos.

Para evitar que o jogador volte a sofrer com os problemas, Dedé foi acompanhado de perto por Sérgio Campolina, chefe do departamento médico do clube, e Emerson Polimeno, novo preparador físico da equipe. A dupla teve a incumbência de fazer o cronograma de Dedé e também de obrigá-lo a reduzir o ímpeto nas atividades.



"Essa sequência de treino foi até analisada pelos setores de fisiologia, fisioterapia e pelos médicos. Para isso, tive de fazer vários testes. Esse período todo de treinamento foi de muita evolução, me deu muita confiança. Graças a Deus estou treinando sem dor desde que comecei a fisioterapia. Tanto que fui até rápido trabalhar a parte física", declarou.
"No ano passado também estava me sentindo bem, mas tinha desequilíbrio do lado esquerdo. Aí sobrecarregou. E mesmo com o desequilíbrio no ano passado, acho que fiz bons jogos, sendo até eleito pela imprensa como melhor em campo. Mas nessa nova etapa estou me sentindo bem, diferentemente do ano passado", concluiu.

Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte