Publicada em 23/01/2018, às 22:45

Campeão mundial com o Inter é favorito para ser diretor no Vasco

Newton Drummond é o nome predileto da nova cúpula cruz-maltina para ajudar na gestão do futebol. Ele está atualmente no Criciúm

Newton Drummond está no Criciúma desde 2017 (Foto: Reprodução/NSC TV)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

A nova cúpula do Vasco tem seu nome preferido para ser o diretor executivo do futebol cruz-maltino. Trata-se de Newton Drummond, profissional que teve passagens por Internacional e Vitória. Atualmente, ele se encontra no Criciúma. A diretoria faz reuniões e deve definir até esta quarta-feira quem vai efetivamente ser contactado no mercado.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Newton foi campeão mundial com o Inter em 2006. Dez anos depois, voltou ao clube na missão de tentar evitar o rebaixamento, mas não foi possível. Ele está no Criciúma desde 2017, mas isso não deve ser empecilho caso a conversa avance com o Vasco.

Contratar um executivo é uma das missões mais urgentes do presidente Alexandre Campello. O técnico Zé Ricardo, em coletiva no último domingo, lamentou publicamente a falta de um profissional a quem a comissão técnica pode levar suas necessidades.

O Vasco não tem um executivo desde a saída de Anderson Barros para o Botafogo, em dezembro. Ele era o gerente de futebol do clube e foi o responsável por mapear todo o mercado de reforços para 2018.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 23/02/2018, às 13:47

Zé Ricardo recebe proposta tentadora do Al-Ahli e pode deixar o Vasco

CLIQUE AQUI e receba notícias do Vasco direto no seu Messenger.

O técnico Zé Ricardo pode deixar o Vasco. O comandante recebeu uma proposta tentadora do Al-Ahli, dos Emirados Árabes, e terá uma conversa definitiva com a diretoria. Os valores estão muito acima do que o Cruzmaltino pode pagar.



O contrato seria de R$ 23 milhões por três anos. No Vasco, o treinador recebe salário de cerca de R$ 170 mil, consideravelmente inferior ao que foi oferecido pelo Ah-Ahli.

A conversa é para um aumento salarial e ampliação do vínculo até dezembro de 2019. Zé Ricardo, desta forma, passaria a receber vencimentos na casa de R$ 250 mil, ainda bem abaixo do que os árabes acenam.

O Vasco mostrará ao profissional a sua importância no processo de reestruturação do futebol do clube e afirmará que a continuidade em São Januário é fundamental para o projeto idealizado pela nova direção.



Conteúdo publicado originalmente no site UOL Esporte