Publicada em 19/01/2018, às 14:23

Abad admite erro e pede desculpas a Cavalieri e atletas dispensados pelo Flu

Presidente do Fluminense fala durante evento de apresentação de patrocinadora e admite erros no processo de rescisão com atletas: "Decisão muito equivocada emitir aquela nota"

Abad durante entrevista na sede das Laranjeiras (Foto: Felipe Siqueira)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

A coletiva marcada para esta sexta-feira, na sede das Laranjeiras, inicialmente, seria apenas para anunicar a nova patrocinadora master do Fluminense. Porém, após as declarações dadas por Diego Cavalieri nesta quinta fazendo duras críticas à forma como foi dispensado, Pedro Abad decidiu abordar o assunto.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





E o tom não foi de confrontamento, mas sim de desculpas. O mandatário tricolor reconheceu que o clube errou na forma como tratou a dispensa do goleiro e de mais outros sete atletas, dentre eles o zagueiro Henrique, em um processo de readequação da folha salarial do Flu.

- Estou aqui para fazer um pedido de desculpas não só ao Diego, mas aos demais atletas que foram envolvidos nesse processo. O Fluminense é um clube que tem questão de honra e integridade deste processo e quando a gente erra, a gente assume, admite o erro e tenta melhorar. A insatisfação dele com certeza representa os demais atletas e famílias dos atletas. Deixo aqui o pedido de desculpas do Fluminense e o meu em particular - disse Abad.

O presidente informou também que o clube havia planejado uma homenagem a Cavalieri. A camisa 12, usada pelo atleta no Flu, não será mais vestida por outros goleiros durante seu mandato - apenas por jogadores de linha.

- Gostaria de informar também uma homenagem que faríamos ao Diego esse ano. Os goleiros não vão usar a camisa 12, era uma coisa que já estava estabelecida. A maneira como estamos divulgando isso, posteriori à fala dele pode parecer casuísmo, mas isso já estava estabelecido - revelou.

Além de Cavalieri e Henrique, Wellington Silva (lateral), Marquinho, Artur, Robert, Higor Leite e Maranhão foram avisados no fim de dezembro do ano passado que estavam fora dos planos para 2018.

- Temos que admitir que a forma que esses atletas e suas famílias foram tratados foi muito longe do adequado e causou em nós uma grande tristeza em saber que causamos todo esse desconforto, um sentimento muito legítimo, de ter sido tratado de uma forma totalmente inadequada.

Abad reconheceu que a forma como os jogadores foram comunicados não foi a ideal. Após o contato, o Flu emitiu uma curta nota no site listando os atletas que não estavam nos planos para 2018.

- Dentro do nosso processo há um aprendizado. Vamos dar certeza que não repetiremos este processo. Era um processo bastante complicado para o clube e acabou com uma decisão muito equivocada de emitir aquela nota.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 22/02/2018, às 21:27

Sem sofrer gols há quatro jogos, Júlio César espera manter boa fase no Fla-Flu

Tricolor vive momento de ascensão na temporada

Fluminense vive bom momento na temporada (Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

O Fluminense chega embalado para o clássico contra o Flamengo neste sábado, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela segunda rodada da Taça Rio. O time tricolor goleou o Bangu por 4 a 0 na última quarta-feira, no jogo inaugural do segundo turno do Campeonato Carioca, e chegou à quinta vitória consecutiva na temporada.



Apesar de ter ficado de fora das semifinais da Taça Guanabara (primeiro turno), o Fluminense vem evoluindo no Estadual e os jogadores esperam agora confirmar a boa fase com a vitória em um clássico. O goleiro Júlio César, que não foi vazado nos últimos quatro jogos, falou sobre o bom momento da equipe.

"Os próximos jogos serão difíceis, mas vamos tentar manter essa sequência. A prioridade é, claro, vencer as partidas. Se for possível não sofrer gols, melhor ainda", disse o goleiro.

O lateral-direito Gilberto disse que o time precisa esquecer os outros resultados porque o clássico contra o time rubro-negro não há como apontar favoritos. "A gente sabe que Fla-Flu é um jogo diferente, é um clássico. Então temos que ir focados para fazer um bom jogo. Temos que ter confiança, bastante personalidade para jogar e manter o nosso esquema, que é o mais importante", afirmou.



O volante Jadson acredita que a vitória no Fla-Flu ajuda o time a ganhar confiança em busca do primeiro título na temporada. "O clássico já tem uma rivalidade e uma importância muito grande. A gente tem que focar no nosso trabalho, fazer o nosso melhor e procurar vencer. Traçamos a meta de conseguir coisas grandes esse ano e isso passa por vencer esse tipo de jogo", opinou.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia