Publicada em 18/01/2018, às 20:32

Criticado, Teixeira responde Cavalieri: "Vou seguir admirando"

Diretor da base do Fluminense disse que acredita que o fato de ter comunicado decisão ao goleiro motivou a revolta do ex-tricolor

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o goleiro Diego Cavalieri criticou duramente o presidente do Fluminense, Pedro Abad, e o diretor da base tricolor, Marcelo Teixeira. Disse que faltou ética, respeito e profissionalismo à dupla no episódio da sua saída do clube.

CONTINUA DEPOIS DOS ANÚNCIOS





Pois Teixeira, em nota oficial, se manifestou sobre o caso. Afirmou entender a chateação do goleiro e que, apesar das críticas, o seguirá admirando. E mais: que apenas executou uma decisão do clube.

Confira a íntegra:

"Entendo a chateação do Cavalieri. Ele é um ídolo do clube e sempre vai ser por tudo o que fez no Fluminense. Se ele quer me culpar, pelo fato de eu ter sido o responsável de avisar a ele sobre a não reapresentação, tudo bem, não sei o que contaram para ele sobre isso. Mas o fato é que no clube existem poderes que fogem aos profissionais. Foi uma decisão do Fluminense. Como profissional, foi me pedido para comunicar a decisão ao atleta e assim o fiz. Ele sempre foi um exemplo de jogador. Sobre meu trabalho em Xerém, sou diretor esportivo da base e tenho minhas atribuições no processo de formação dos atletas do Fluminense. Nos momentos mais difíceis sempre estive presente no profissional, quando me foi solicitado. Por isso o meu nome esta sendo atribuído a não apresentação dele. Eu vou seguir admirando o Cavalieri e desejo toda sorte para ele na sua carreira".

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte

Publicada em 22/02/2018, às 21:27

Sem sofrer gols há quatro jogos, Júlio César espera manter boa fase no Fla-Flu

Tricolor vive momento de ascensão na temporada

Fluminense vive bom momento na temporada (Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C.)

CLIQUE AQUI e receba notícias do Fluminense direto no seu Messenger.

O Fluminense chega embalado para o clássico contra o Flamengo neste sábado, na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela segunda rodada da Taça Rio. O time tricolor goleou o Bangu por 4 a 0 na última quarta-feira, no jogo inaugural do segundo turno do Campeonato Carioca, e chegou à quinta vitória consecutiva na temporada.



Apesar de ter ficado de fora das semifinais da Taça Guanabara (primeiro turno), o Fluminense vem evoluindo no Estadual e os jogadores esperam agora confirmar a boa fase com a vitória em um clássico. O goleiro Júlio César, que não foi vazado nos últimos quatro jogos, falou sobre o bom momento da equipe.

"Os próximos jogos serão difíceis, mas vamos tentar manter essa sequência. A prioridade é, claro, vencer as partidas. Se for possível não sofrer gols, melhor ainda", disse o goleiro.

O lateral-direito Gilberto disse que o time precisa esquecer os outros resultados porque o clássico contra o time rubro-negro não há como apontar favoritos. "A gente sabe que Fla-Flu é um jogo diferente, é um clássico. Então temos que ir focados para fazer um bom jogo. Temos que ter confiança, bastante personalidade para jogar e manter o nosso esquema, que é o mais importante", afirmou.



O volante Jadson acredita que a vitória no Fla-Flu ajuda o time a ganhar confiança em busca do primeiro título na temporada. "O clássico já tem uma rivalidade e uma importância muito grande. A gente tem que focar no nosso trabalho, fazer o nosso melhor e procurar vencer. Traçamos a meta de conseguir coisas grandes esse ano e isso passa por vencer esse tipo de jogo", opinou.

Conteúdo publicado originalmente no site O Dia