Publicada em 14/01/2018, às 11:59

Possibilidade de jogar no Corinthians mexe com o atacante Gilberto

Livre no mercado, ex-jogador do São Paulo aguarda avanço da negociação; Timão nega

Gilberto está de férias, mas ficou balançado após saber de interesse do Corinthians (Foto: Divulgação)

Gilberto quer jogar no Corinthians. Segundo apurou o GloboEsporte.com, o interesse do Timão, passado ao ex-atacante do São Paulo por seu empresário, mexeu com ele.

Liberado pelo rival tricolor antes do fim do Campeonato Brasileiro do ano passado – o técnico Dorival Júnior não contava com ele para 2018 –, Gilberto está livre para assinar contrato com outro clube.

No sábado à tarde, em Orlando, onde o Corinthians disputou a Torneio da Flórida, o presidente Roberto de Andrade disse não ter conversado sobre Gilberto com a diretoria de futebol, embora tenha elogiado o atacante. Entretando, o mandatário está de saída: as eleições no clube estão marcadas para o dia 3 de fevereiro.



Contrariando o presidente, o agente de Gilberto, Sandro Zardo, disse que há negociação em andamento com o gerente Alessandro Nunes. Botafogo e Santos foram outros clubes que mostraram interesse recentemente.

De férias, Gilberto está interessado em voltar a jogar futebol e gostaria de já ter definido seu futuro à essa altura da temporada. Nos bastidores, há a informação de uma oferta de dois anos de contrato do Corinthians ao jogador.



O nome de Gilberto sofre rejeição de parte da torcida corintiana. Nas redes sociais, muitos torcedores hostilizaram o atleta de 28 anos.




O motivo das ofensas é que, em 2011, Gilberto fechou com o Internacional após ter conversas avançadas com o Corinthians. Ao site "Meu Timão", o empresário defendeu o cliente – Zardo não trabalhava com o jogador na época do ocorrido.

– Eu sei que houve isso, mas não entendo. Isso é coisa do passado, não tem necessidade de voltar lá atrás. Era o pai quem cuidava das coisas do filho. Não foi ele quem não quis vir para o Corinthians, ele era jovem, são coisas do futebol. Não vejo que ele abriu mão disso ou era contra o clube. Pessoal está levando para um lado que não é justo com ele.


Gilberto foi o vice-artilheiro do São Paulo em 2017, com 13 gols em 33 partidas, atrás de Lucas Pratto (vendido ao River Plate), com 14 gols em 48 jogos.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte.com