Publicada em 12/01/2018, às 23:58

Valor da venda de Mateus Vital será a mais baixa entre as promessas do Vasco negociadas nos últimos anos

.

(Foto: Carlos Gregório/Vasco)

O Vasco de Eurico Miranda parece realmente viver em um mundo paralelo.

Enquanto o mercado do futebol vive seu ápice de valores, com as recentes negociações envolvendo craques brasileiros ultrapassando meio milhão de reais cada uma – Neymar foi comprado pelo PSG por R$ 822 milhões e Philippe Coutinho, cria do cruzmaltino (que saiu do clube por R$ 10 mi), vendido pelo Liverpool ao Barcelona por R$ 622 milhões -, a atual diretoria vascaína negocia uma de suas principais promessas, com apenas 19 anos de idade, às vésperas da Libertadores – que daria maior visibilidade -, com outro time do Brasil, por apenas de R$ 8 milhões – cerca de 2 milhões de euros.

O valor é baixo até mesmo para os padrões vascaínos de negociação.



Entre os jovens revelados pelo clube nos últimos anos e vendidos recentemente, Mateus Vital será o valor mais baixo entre todos. Até mesmo Danilo, que teve menos destaque que o meia em sua passagem pela Colina – Vital era camisa 10 e tido como promessa desde o sub-13 -, rendeu mais que o dobro aos cofres do clube.

É como se a diretoria, tão criticada por ser antiguada, realmente tivesse parado no tempo. Inclusive nos valores.



JOVENS VENDIDOS PELO VASCO NOS ÚLTIMOS ANOS




1º – Douglas Luiz – 15 milhões de euros
2º – Rômulo – 8 milhões de euros
3º – Alex Teixeira – 6 milhões de euros
4º – Danilo – 4,5 milhões de euros
5º – Philippe Coutinho – 3,8 milhões de euros
6º – Allan – 3 milhões de euros
Luan – 3 milhões de euros
Morais – 3 milhões de euros
Souza – 3 milhões de euros
10º – Mateus Vital – 2 milhões de euros

Conteúdo publicado originalmente no site Blog do Garone (Lance!)