Publicada em 12/01/2018, às 10:38

Com defesa sólida, Atlético-MG estreia no mata-mata da Copinha contra o Joinville

Equipe catarinense terminou a primeira fase na liderança do grupo 24; Galo, por sua vez, tomou apenas um gol na competição - no último jogo da fase de grupos, já classificado

Atlético-MG terá o primeiro compromisso no mata-mata da Copinha nesta sexta-feira (Foto: MARCELLO FIM/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDO)

Acabou o "direito de errar". Nesta sexta-feira, o Atlético-MG tem o primeiro compromisso de mata-mata na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Às 16h (de Brasília), o Galo vai encarar o Joinville, em Taboão da Serra. É jogo único: quem ganhar, avança para a terceira fase. Quem perder, está eliminado. Em caso de empate, a disputa vai para os pênaltis.

O Atlético-MG se classificou como segundo colocado do grupo 23. Nos três jogos que disputou, venceu dois e perdeu o último - quando jogou com uma escalação mista, já com a classificação assegurada. O time do treinador Ricardo Resende marcou, até aqui, seis gols no torneio. O destaque é defensivo: foi vazado apenas uma vez, justamente no último jogo, quando perdeu de 1 a 0 para o Audax-SP, que terminou na liderança do grupo, com 100% de aproveitamento.

O Joinville terminou o grupo 24 na primeira posição. Venceu duas partidas que disputou e empatou uma. O adversário do Galo, portanto, está invicto no torneio. Marcou sete gols até aqui e sofreu três.



Um dos destaques do Atlético-MG no torneio é o lateral esquerdo Carlos Gabriel. Ele é um dos artilheiros do time, com dois gols marcados. O jogador comemora a boa fase e diz que ele e os companheiros encaram a partida contra os catarinenses como uma final.

- Estou bem feliz com o momento que estou vivendo. Acho que todo jogador precisa de confiança para jogar um bom futebol, e eu agradeço a toda a comissão técnica, meus amigos e família por confiarem no meu trabalho. Fico feliz que estou podendo ajudar o Galo, já marquei dois gols, mesmo sendo lateral (risos). Precisamos manter os pés no chão e lutar, jogo a jogo, para alcançar o objetivo final. Vamos encarar o jogo contra o Joinville como uma final, sabemos da importância da competição para todos nós. O grupo está muito mobilizado e vamos fazer de tudo para classificar.



O treinador Ricardo Resende tem o desfalque do meia Renan, suspenso pela expulsão contra o Audax-SP, no último jogo da primeira fase. Wandrew Silva é candidato a entrar no time. A provável escalação do Galo, portanto, tem Matheus Mendes, Wenderson, Matheus Stock, Ruan e Carlos Gabriel; Anderson Carvalho, Anderson Cordeiro, Wandrew Silva e Bruno Roberto; Welinton e Alerrandro.




Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte