Publicada em 29/12/2017, às 10:59

Após ano intenso, gramado do Nilton Santos começa a ser reformado para 2018

Além dele, o campo anexo, que serve como local de treinamento para o elenco profissional, também será recuperado para a próxima temporada. Ambos devem estar 100% em duas semanas

Depois de uma temporada intensa, o gramado do Estádio Nilton Santos teve um descanso e, consequentemente, começou a ser recuperado para 2018. Além dele, o campo anexo também será reformado.

No campo principal, o trabalho é mais intenso e começou na última terça-feira. O gramado, que terminou a temporada com 24 milímetros, foi rebaixado para oito (Na foto pode-se perceber que a cor verde já não prevalece mais).

Com a grama baixa, é mais fácil achar as imperfeições do campo. Por isso, é colocada areia para preencher os buracos e, em seguida, fazer o nivelamento completo do terreno.



Como o campo terminou a temporada muito duro, a Greenleaf, que também cuida do gramado do Maracanã e de outros estádios pelo Brasil, usará pinos ocos para perfurá-lo e fazer a descompactação. Depois será inserida meia tonelada de adubo rico em nitrogênio e fósforo para o crescimento da mesma grama, a bermuda celebration.

Todo esse processo também será feito no campo anexo, que serve de local de treinamentos da equipe profissional. O trabalho leva três dias, e os gramados ficarão em perfeitas condições em duas semanas.



Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte