Publicada em 28/12/2017, às 14:46

Renato admite perder jogadores na janela e vê Libertadores mais difícil em 2018

Após participar do Jogo das Estrelas, treinador diz que é inevitável perder "um ou outro jogador" devido ao ano histórico com a conquista do tri da América

Renato Gaúcho antes do Jogo das Estrelas (Foto: Amanda Kestelman)

Após conduzir o Grêmio a um ano histórico com a conquista do tri da Libertadores, Renato Portaluppi desfruta de férias no Rio de Janeiro. Mas não deixa de planejar a próxima temporada no comando do Tricolor, já com contrato renovado até o próximo dezembro. Nesta quarta-feira, o treinador participou do Jogo das Estrelas, partida beneficente organizada por Zico no Maracanã, e traçou uma análise sobre os desafios que aguardam sua equipe no 2018 que se avizinha.

Após atuar no jogo promovido pelo Galinho, seu ídolo no futebol, o técnico gremista admitiu que o clube irá perder "um ou outro" jogador na janela de transferências para a Europa, aberta a partir de janeiro. De acordo com Renato, a saída de atletas é natural devido à valorização de seu elenco com as conquistas da temporada. Mas o comandante faz um alerta: o Grêmio também irá se reforçar para manter o nível em 2018.

Entre tantos destaques em 2017, Arthur desponta como atleta mais valorizado no mercado europeu, após deslanchar como grande promessa do futebol nacional e ganhar o prêmio de revelação do Brasileirão. O volante, que ficou fora do Mundial devido a uma lesão, desperta o interesse do Barcelona. O clube culé estuda enviar uma proposta de 25 milhões de euros pelo jogador – o valor corresponde a metade da multa rescisória.



– O grupo do Grêmio ficou bastante valorizado, não só pelo título que conquistamos neste ano, mas pelo que o Grêmio jogou. Estivemos em três competições, jogamos bem, conseguimos conquistar a Libertadores. É óbvio, uma coisa normal o grupo ser bastante valorizado. Acredito que a gente vai perder um ou outro jogador, uma coisa normal. Mas nós estamos atentos ao mercado também. Pode ter certeza que a gente vai contratar e procurar formar um grupo, se possível, ainda mais forte porque nosso objetivo, sem dúvida nenhuma, é continuar buscando títulos em 2018 – afirmou Portaluppi, em entrevista ao SporTV.

Um dos convidados mais requisitados do Jogo das Estrelas, Renato também projetou a Libertadores da próxima temporada. Em sua análise, o técnico afirmou que a competição continental está mais difícil em 2018. O que não chega a ser problema, segundo o comandante.



– Mais difícil, mas é bom. Eu gosto de desafios. Da mesma forma que nós conquistamos a Libertadores com muito suor e trabalho, o ano que vem pode ter certeza que todo mundo vai querer ganhar do Grêmio. Mas estaremos prontos. A gente respeita todo mundo, sabemos o quanto é difícil ganhar uma Libertadores, que todo mundo quer ganhar. Então, a gente vai trabalhar, o Grêmio é grande, um clube muito bom de se trabalhar, disputa todas as grandes competições. Quem muito quer, nada tem. Temos que procurar ir por alguns caminhos, alguns desvios e ver onde a gente realmente tem possibilidade de ganhar os títulos – ressalta.




Ainda sem anunciar reforços para a próxima temporada, o Grêmio trata das renovações de contratos de alguns de seus atletas. O Tricolor tem conversas em andamento com Cícero, Jael e Fernandinho e já encaminhou a prorrogação de vínculo com Bressan.

O elenco principal gremista, que participou do Mundial de Clubes nos Emirados Árabes, se reapresenta apenas em 18 de janeiro. Os demais atletas do plantel profissional retomam os trabalhos no dia 5, ao passo que o garotos do grupo de transição já iniciaram as atividades.


Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte