Publicada em 28/12/2017, às 20:06

Negócio com PSG esfria, e Wendel tem venda encaminhada ao Sporting

Clube francês não consegue garantias para pagar ao Tricolor e abre brecha ao português. Volante se apresentaria em janeiro, e negócio gira em torno de 8 milhões de euros

Wendel foi a principal revelação tricolor em 2017 (Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

Sai o PSG, entra o Sporting. O futuro de Wendel mudou na reta final de 2017.

Com dificuldades de obter garantias para pagar ao Fluminense, o clube francês abriu brecha ao português encaminhar a compra do volante. O negócio gira na casa dos 8 milhões de euros (R$ 31,6 milhões), e o volante tem apresentação em Lisboa prevista para 1º de janeiro.

Flu e PSG acertaram verbalmente a venda em agosto. Pelo acordo da época, o atleta se apresentaria apenas no começo da temporada 2018, com o Tricolor antecipando os 10 milhões de euros (R$ 38,5 milhões).



O problema é que o time de Neymar, com dificuldades de cumprir o Fair Play Financeiro da UEFA, nunca conseguiu as garantias para liberar o dinheiro. A espera passou dos 100 dias. Assim, no começo de dezembro, o Sporting e o Porto, clubes que haviam demonstrado interesse em Wendel no passado, voltaram a procurar o Flu.

O Sporting, então, largou na frente pois efetivou a proposta. A negociação ainda não está fechada. O Tricolor tenta manter um percentual para lucrar em eventual revenda ou bônus em caso de cumprimento de metas.



Recentemente, o Fluminense prorrogou o vínculo de Wendel até dezembro de 2020. O contrato anterior do jovem ia até outubro de 2019, mas a diretoria se antecipou por uma renovação. O Tricolor agora detém 90% dos direitos do volante, de acordo com informações do balanço de 2016. Em 2015, o clube possuía 70%.




Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte