Publicada em 28/12/2017, às 20:25

Diretor diz que Flu teve "carinho" e que trabalha para realocar dispensados

Tricolor anunciou que não conta mais com oito jogadores, entre eles Diego Cavalieri e Henrique. Marcus Vinícius Freire afirma que decisão foi para cortar custos e não estourar orçamento do clube

Marcus Vinicius Freire diz que Fluminense está ajudando jogadores a procurarem outros clubes (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

O Fluminense anunciou nesta quinta-feira que não conta mais com oito jogadores para a temporada 2018. Entre eles, estão o goleiro Diego Cavalieri, o zagueiro Henrique, o meia Marquinho e o lateral Wellington Silva. Em entrevista ao "Tá na Área", o diretor executivo geral do Tricolor, Marcus Vinícius Freire, afirmou que a decisão faz parte de uma reestruturação do elenco para que o clube não estoure o seu orçamento.

Marcus Vinícius declarou ainda que o Fluminense precisou anunciar a sua decisão antes do embarque para a pré-temporada nos Estados Unidos, onde o clube disputa a Florida Cup.

- A gente botou na rua uma estratégia que já vinha desenhando. Estou completando cinco meses como diretor executivo do Fluminense. Contratamos o Paulo Autuori como diretor de futebol. No papel, a gente tem a melhor dupla de comando de futebol do Brasil, preparando essa pré-temporada de 2018. O objetivo do Fluminense é fazer um time competitivo que caiba dentro do seu orçamento. A nossa reapresentação é na próxima quarta-feira, logo depois dos exames médicos, o time viaja para a Florida Cup. Temos mais um dia útil para poder realmente informar aos jogadores quem tem que se reapresentar na quarta-feira. Por isso, o Fluminense fez isso. Para caber no orçamento, tivemos que avisar alguns jogadores que eles não fariam parte do elenco de 2018. O Paulo Autuori entrou em contato com os jogadores que farão parte do elenco, para a apresentação, no que tem que fazer até lá - disse Marcus Vinícius.



O dirigente do Fluminense afirmou ainda que o Tricolor já estava em conversas com esses jogadores e está ajudando a todos a encontrar novos clubes. Além disso, os outros jogadores podem ficar seguros de que não haverá mais dispensas.

- O movimento foi nesse sentido, tomando o cuidado de ter carinho com os jogadores. Diego Cavalieri, Henrique, são jogadores que fizeram história dentro do Fluminense. São ídolos da torcida, então a gente tem que dar uma satisfação. Eles não foram dispensados por meio dessa nota, nós abrimos negociação de conversa com cada um. Todos eles estão sendo recolocados no mercado, nós estamos ajudando nessa recolocação. Da mesma forma, a gente tinha que acalmar quem não está nesta lista, que vai se reapresentar. É um dia, e nada mais. Não vamos ter outras listas. Esse foi o objetivo. O Fluminense fez um movimento diferente do que o mercado faz normalmente, em função das pessoas experientes que estão aqui, como é o Abel e o Autuori. Nós aqui gostamos muito de gente e estamos tendo cuidado com cada um dos atletas.



Marcus Vinícius Freire acredita que, em vez de desvalorizar os jogadores, a estratégia do Fluminense trouxe mais propostas ao Tricolor.




- Alguns jogadores terminam o contrato agora em 2017, outros em 2018, outros em 2019. Nós entendemos que não, que é o contrário, é exatamente para dar tempo para eles. Nós já vínhamos conversando com os procuradores desses jogadores para tentar alocá-los no mercado. Jogadores que não aparecem nessa lista já foram realocados no mercado. Nossos movimentos já fizeram com que dois jogadores já tivessem propostas de outros clubes. A gente entende que essa nossa forma de trabalhar facilita que os jogadores sigam em times importantes. Claro que alguns terão mais dificuldades que outros, em função dos valores. São valores altos. A gente não desmerece os jogadores, mas não podemos bancar esse tipo de salário.

O diretor não confirmou a possibilidade de negociação de Wendel com o Sporting, de Portugal.


- O Fluminense não entra em detalhes de negociações. A janela não está nem aberta. A janela abre no dia 10 de janeiro. Se a gente tiver alguma novidade, a gente fala.

Conteúdo publicado originalmente no site Sportv