Publicada em 28/12/2017, às 14:49

Cruzeiro renova patrocínio com banco por mais uma temporada

Clube mineiro até tentou aumentar o montante a ser recebido, mas vai seguir estampando a marca da Caixa com os mesmos valores do último contrato

Cruzeiro terá o patrocínio da Caixa estampado na camisa por mais um ano (Foto: Washington Alves/Light Press)

O comando do Cruzeiro e a diretoria da Caixa chegaram a um acordo para a renovação do contrato de patrocínio do clube mineiro. A direção da Raposa até tentou elevar os valores a serem recebidos do banco, mas não teve sucesso. O time celeste vai continuar recebendo cerca de R$ 12,5 milhões anual do patrocinador, mais bônus por objetivo conquistado ao longo da próxima temporada.

O novo contrato ainda será assinado. Segundo o novo diretor financeiro do Cruzeiro, Divino Alves Lima, em contato com o GloboEsporte.com, o time celeste trabalha agora para fechar com um novo patrocinador para as mangas da camisa, já que a empresa que estampava a marca no lugar não vai renovar o vínculo.

- A Caixa, hoje, é imprescindível para qualquer clube do futebol brasileiro. Então, para a nossa alegria, a gente já tem uma manifestação da Caixa, da renovação do contrato. Já está acertado. Nosso patrocínio da manga, ele deu um tempo no patrocínio, mas estamos buscando e articulando para substituir esse patrocinador que nos deixou.



Divino ainda disse que não foi possível aumentar o valor de patrocínio, mas que a manutenção do parceiro já é um motivo de alegria.

- Foi o mesmo padrão de contrato. Não tivemos êxito na questão do aumento do patrocínio, mas a gente compreendeu a situação também, porque o momento é muito difícil. Só o fato de ficarmos com a Caixa, nos deixou contentes, e a gente espera fazer campanhas para o retorno que a Caixa espera.



Além da Caixa, ainda o Cruzeiro ainda tem como patrocinadores o aplicativo de transporte coletivo Uber nos calções, a empresa de latícinios Cemil, o supermercados BH, além de manter contrato de patrocínio com a empresa de material esportivo Umbro.




Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte