Publicada em 27/12/2017, às 12:44

Veja quem o Santos pode oferecer ao Botafogo para pagar multa de Jair

Peixe tenta incluir jogadores na negociação para diminuir valor da rescisão

(Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Presidente eleito no Santos, José Carlos Peres irá ao Rio de Janeiro ainda nesta semana com o executivo de futebol Gustavo Vieira para negociar o pagamento da multa rescisória do técnico Jair Ventura, estipulada em cerca de R$ 800 mil, ao Botafogo. O técnico acertou verbalmente a ida à Vila Belmiro em 2018.

Com dificuldade financeira, o Peixe cogita oferecer atletas ao time carioca para aliviar o preço da multa do treinador. Veja abaixo quem pode entrar na negociação:

Matheus Ribeiro
O lateral-direito, que fez ótima temporada na Série B pelo Atlético-GO em 2016, não empolgou no Santos. Terceira opção para a posição, atrás de Victor Ferraz e Daniel Guedes, ele participou de apenas nove partidas pelo em 2017. O contrato vai até o fim de 2020.



Fabián Noguera
O argentino é outro sem espaço. Quinta opção para a zaga, o defensor recebeu poucas oportunidades. Ele se destaca no jogo aéreo, mas está tecnicamente atrás de David Braz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Gustavo Henrique. O contrato é válido até o fim de 2018.

Leandro Donizete
O veterano, com contrato até dezembro de 2019, não viveu bom momento na temporada. Além das más atuações, ele foi um dos principais alvos das críticas da torcida. O Peixe já demonstrou que não conta com o volante e procura clubes interessados para emprestá-lo.



Serginho
O meia recebeu algumas chances em 2017, mas não conseguiu encantar e está longe de ser unanimidade. Um empréstimo é visto com bons olhos pela diretoria. Ele tem contrato até o fim de 2018.




Rafael Longuine
O meia foi emprestado ao Coritiba em agosto deste ano e atuou sete vezes no Brasileirão. A princípio, ele se reapresenta ao Peixe no dia 3 de janeiro, No entanto, dificilmente terá espaço na Vila Belmiro.

Vladimir Hernández
O atacante já se mostrou insatisfeito por conta da falta de espaço. Além disso, o colombiano acredita que precisa de uma mudança de ares para ter mais minutos em campo. Ele foi sondado por clubes de seu país de origem, mas até o momento não recebeu propostas. O Peixe não se opõe a liberá-lo, porém, prefere que seja por empréstimo, já que o contrato vai até 2021.


Rodrigão
Sem espaço em 2017, o centroavante foi emprestado ao Bahia em julho, mas acabou devolvido antes do previsto por conta de um vídeo polêmico em que o atacante apareceu em uma festa tentando esconder uma garrafa de cerveja na véspera de um clássico contra o Vitória. Ele retornou ao Peixe no fim de outubro e sequer foi relacionado para as partidas da reta final da temporada. A tendência é de que seja emprestado novamente.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte