Publicada em 27/12/2017, às 14:45

César se declara ao Flamengo, mas abre o jogo sobre indefinição de futuro no clube

Mesmo fechando a temporada em alta na Gávea, goleiro admitiu que não sabe o que pode acontecer em 2018. Em entrevista à ESPN, garantiu que quer permanecer no time para o próximo ano

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Quarto goleiro da equipe durante boa parte da temporada, César ganhou a chance de ouro no fim de 2017. Foi titular na semifinal da Conmebol Sul-Americana e se tornou o herói da classificação contra o Junior Barranquilla, pegando um pênalti no jogo da Colômbia. Mesmo com o vice diante do Independiente, fechou 2017 em alta, com moral da torcida. Só que ainda não teve o martelo batido sobre o futuro.

Com vínculo até dezembro de 2018, ainda não definiu uma ampliação do contrato, apesar de ser apontado como o reserva de Diego Alves para a próxima temporada. Em entrevista à ESPN, o goleiro falou sobre o futuro, se declarou ao Flamengo e diz que espera continuar no clube, seja como titular ou reserva:

"Eu sinceramente não sei o que pode acontecer, mas estou muito confiante com a forma que as coisas se encaminharam. Gosto muito de estar jogando no Flamengo, estar por aqui. Não sei como vão ser as situações, o que podem estar pensando, mas o que tem na minha cabeça é que sempre vou fazer o melhor. Se eu permanecer e puder estar atuando, ou estar como segundo goleiro, sempre vou continuar me dedicando, porque é a profissão que eu escolhi, é o que eu amo fazer. Sinceramente, não sei o que pode acontecer, mas acredito que Deus faz o melhor".



Aos 25 anos, César é uma das principais revelações do time do Flamengo campeão da Copinha em 2011. Apesar de uma geração badalada e comandada por Adryan, Negueba e Muralha, o goleiro é o único daquele time que continua no Rubro-Negro. Vestiu também as camisas de Ponte Preta e Ferroviária como profissional.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports