Publicada em 22/12/2017, às 13:38

Joias da base do São Paulo devem ter mais chances no time profissional em 2018

Dorival, aliás, provou a intenção de usar a base com mais frequência ainda na reta final da temporada 2017

(Foto: Érico Leonan/SPFC)

Com tradição de revelar bons jogadores, as categorias de base do São Paulo poderão ter ainda mais espaço no time profissional em 2018. Passada a briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior, que não espera receber muitos reforços, deverá complementar o elenco com atletas de Cotia durante o apertado calendário do ano que vem.

Em entrevistas, o próprio treinador disse que daria mais atenção à base depois que livrasse o Tricolor do descenso no torneio nacional. Feito isso, ficaria mais à vontade para usar os garotos durante as competições da equipe principal.

Dorival, aliás, provou a intenção de usar a base com mais frequência ainda na reta final da temporada 2017. Para as últimas rodadas do Brasileiro, o comandante relacionou algumas jovens promessas de Cotia, como o volante Liziero, os meias Igor Gomes e Gabriel Sara, e os atacantes Bissoli e Paulo Boia, que já treinavam há algumas semanas no CCT da Barra Funda.



Outro fator que provavelmente fará Dorival recorrer às categorias de base é o calendário de 2018, mais apertado do que os anteriores devido à Copa do Mundo de 2018. Com a reapresentação marcada para 3 de janeiro, os jogadores terão apenas 15 dias de preparação até a estreia no Campeonato Paulista.

Dessa forma, a tendência é que alguns garotos sejam aproveitados no Estadual, sobretudo nas primeiras rodadas, já que estarão em um ritmo mais avançado em função da disputa da Copa São Paulo de Juniores.



Por fim, a probabilidade de o clube ser pouco ativo no mercado e fazer apenas contratações pontuais pode forçar Dorival a se atentar mais à base. As saídas de Marcinho, Gilberto e Denilson, por exemplo, podem ser supridas temporariamente com algumas das promessas de Cotia.




A ideia do São Paulo, portanto, é dar rodagem ao elenco e evitar lesões no curto período de tempo entre as partidas. Além dos garotos que possivelmente serão promovidos ao time profissional, jovens atletas que agradaram em 2017, como Éder Militão, Shaylon e Brenner, deverão ter sequência no ano que vem.

Conteúdo publicado originalmente no site Fox Sports