Publicada em 22/12/2017, às 15:58

Fla envia sua defesa ao Tribunal da Conmebol e aguarda julgamento

Clube da Gávea foi denunciado em dois artigos pelos incidentes ocorridos na final da Copa Sul-Americana, contra o Independiente, da Argentina, no Estádio do Maracanã

Maracanã foi palco da final da Copa Sul-Americana, marcada pelos episódios de violência (Foto: Igor Siqueira)

Denunciado pelo Tribunal Disciplinar da Conmebol pelos incidentes que marcaram a decisão da Copa Sul-Americana, contra o Independiente-ARG no Maracanã, o departamento jurídico do Flamengo enviou na tarde desta sexta-feira sua defesa à entidade. A informação foi publicada pelo jornal "O Globo".

O Flamengo aguarda a da data do julgamento. Por conta dos episódios de violência que marcaram a decisão da Sul-Americana, o clube da Gávea foi denunciado em dois artigos. Entre as punições previstas estão multa de até US$ 400 mil, perda de mando de campo e até a exclusão de competições.

O Fla foi citado no artigo 11.2, por lançamento de objetos em campo, uso de fogos de artifício, 'causar danos', falta de ordem e disciplina antes, durante e após o jogo, além da não identificação de causadores de tumulto e agressões.



Houve a denúncia no artigo 20, sobre a segurança da partida, que responsabiliza o Rubro-Negro pela organização do jogo como mandante.

No Grupo 4 da Copa Libertadores-2018, o Flamengo, caso seja punido, cumprirá as penas na competição continental da próxima temporada.



O Rubro-Negro está na chave do River Plate, da Argentina, Emelec, do Equador, e um terceiro adversário que virá das fases preliminares da Copa Libertadores.




Conteúdo publicado originalmente no site Lance!