Publicada em 21/12/2017, às 22:31

Dois coelhos numa cajadada: acerto com Barros pode influenciar em "fico" de Jair

Botafogo trabalha para fechar contratação de executivo do Vasco nesta sexta. Chegada do dirigente pode pesar na permanência do treinador, que tem proposta do Santos. Novelas chegam ao capítulo final

(Foto: Paulo Fernandes / Vasco)

O Botafogo vive a expectativa de anunciar nas próximas horas Anderson Barros como executivo de futebol. De quebra, matar dois coelhos com uma cajadada. Próximo do Alvinegro, o dirigente pode influenciar na permanência do treinador Jair Ventura.

Embora balançado pela proposta do Santos, Jair pode ser seduzido pela chegada de Anderson Barros. Os dois são muito próximos e trabalharam juntos no Botafogo entre 2009 e 2012. Mais: mantêm contato constante e trocaram ligações recentemente.

Barros está com um pé no Botafogo e tende a aceitar a proposta nesta sexta, prazo estipulado pelo clube. Após representar o Vasco no sorteio da Libertadores em Luque, no Paraguai, o dirigente retornou ao Rio de Janeiro e vai reunir-se com Eurico Miranda, que está decidido a mantê-lo. A indefinição quanto à eleição em São Januário tende a pesar na decisão. Se Barros de fato sair, o nome de Antônio Lopes, que estava no Alvinegro, passa a ser especulado na Colina.



Sexta decisiva para Jair

A situação de Jair Ventura também será definida nesta sexta. O treinador recebeu proposta do Santos, mas não chegou a amarrar todos os detalhes. O Botafogo entrou forte e ofereceu um reajuste salarial de R$ 100 mil, além de mais três anos de contrato. A oferta salarial do Peixe ainda é maior, inclui um pacote com o auxiliar Emílio Faro e o preparador físico Ednilson Sena, mas a disposição do clube carioca balançou o treinador.



figure class="entry-thumb-g col-sm-4 col-xs-4">

Jair Ventura é amigo de Anderson Barros (Foto: Marcelo Baltar)






Há ainda a questão da multa de aproximadamente R$ 800 mil. O Santos sinalizou que arcaria com o valor, mas, até o momento, não procurou o Botafogo. Como está com problemas de caixa, que inclui atraso de salários, existe a possibilidade de a negociação não ir adiante.

O prazo para as respostas de Jair e Barros acaba nas próximas horas. É fato, portanto, que as duas novelas estão chegando a seus capítulos finais. E com a possiblidade de as histórias se juntarem na última cena.


Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte