Publicada em 20/12/2017, às 13:54

Presidente do Corinthians crê em desfecho de "novela" Scarpa em 2017; veja detalhes

Negociação é por empréstimo de um ano e envolve troca de jogadores

Gustavo Scarpa, do Fluminense, interessa a Corinthians, Palmeiras e São Paulo (Foto: Lucas Merçon / FluminenseFC)

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, acredita que a "novela" sobre a possível contratação do meia Gustavo Scarpa, do Fluminense, pode acabar em breve. Embora adote tom cauteloso e diga achar difícil a transferência, o dirigente admite o interesse no jogador e já ter conversado com o clube carioca.

Em Luque, no Paraguai, para acompanhar o sorteio dos grupos da Copa Libertadores, nesta quarta-feira, Roberto de Andrade detalhou as tratativas pelo jogador de 23 anos.

O presidente deu as seguintes explicações sobre a negociação:



- As diretorias de Corinthians e Fluminense já conversaram
- Os cariocas pedem jogadores em troca mais uma compensação financeira
- O Timão aguarda o Flu indicar quais atletas deseja
- A transferência seria por empréstimo de um ano

– Acho que não (se arrastará a negociação). Vamos tentar fazer esse ano. Se andar, dá tempo de fazer ainda em 2017. Se não andar, aí nem em janeiro – comentou Roberto de Andrade.



O Corinthians enfrenta a concorrência dos rivais Palmeiras e São Paulo nas tratativas, mas este não é o maior problema na visão de Roberto de Andrade.




– Esqueça a concorrência. Mesmo que fosse só o Corinthians, de cara para o gol, não seria um negócio fácil. Os valores são altos, a negociação é obrigatoriamente envolver jogadores, porque o Fluminense quer atletas. Isso poderia ser um facilitador. Mas acaba sendo um complicador porque depende dos jogadores quererem jogar no Fluminense e aceitarem o salário. Tem duas negociações: a primeira é de o jogador querer. Ele diz: "Quero". Ok, aí vai lá no Fluminense. "Quero pagar cem", "não quero duzentos". Aí fica o impasse, não resolve – afirmou.

Léo Príncipe, Lucca e Marquinhos Gabriel foram os jogadores inicialmente cogitados pelo Tricolor carioca. O último, porém, está nos planos do técnico Fábio Carille para 2018.


O presidente alvinegro acredita que esta é uma negociação difícil não só para o Timão, como também para qualquer outro clube.

Questionado se o interesse em Scarpa pode indicar uma possível saída de Rodriguinho, que recebeu sondagens da China, ou de outro jogador, Roberto de Andrade negou:

– Não estamos prevendo saídas, não. O Corinthians ao longo dos últimos anos sempre teve um elenco de 30 ou 32 atletas. E sempre procuramos ter de 18 a 20 titulares, coisa que neste grupo de 2017 não tinha. Isso faz com que, quando você vai perdendo as peças por cartão ou lesão, substituiu sem perder qualidade. É o que queremos fazer de novo. Precisamos ter qualidade, principalmente no meio de campo, onde você tem atletas que fazem mais de uma função. Quanto mais gente tiver nesse setor, protege o time.

Conteúdo publicado originalmente no site GloboEsporte